Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de inconsciência, por meio de eletroencefalografia (EEG), no processo de insensibilização, por eletronarcose, percussão e anestesia para abate humanitário de Tilápia do Nilo

Processo: 17/15364-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 05 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Elisabete Maria Macedo Viegas
Beneficiário:Daniel Santiago Rucinque Gonzalez
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/01584-0 - Avaliação de inconsciência por eletroencefalografia - EEG no processo de abate em Bacalhao, BE.EP.DR
Assunto(s):Qualidade da carne   Eletronarcose   Piscicultura   Abate humanitário   Bem-estar do animal

Resumo

Recentemente a World Organization for Animal Health - OIE, por meio do Código de Animais Aquáticos, recomenda inserir práticas de bem-estar no transporte e abate de peixes destinados ao consumo humano. No entanto, os métodos tradicionais de abate de peixes não são considerados humanitários. Por exemplo, a imersão no gelo ou na água gelada é conhecida com um método que causa um alto grau de sofrimento, pois não provoca uma perda imediata da sensibilidade à dor. A hipotermia ou imersão na água gelo é utilizada pela maioria de frigoríficos no pré-abate de peixes no Brasil. Para considerar o abate como humanitário, o animal deve passar por dois processos: o primeiro a insensibilização que leve à perda da consciência e posteriormente a sangria para induzir a morte. Assim, a insensibilização é aplicada para induzir inconsciência e insensibilidade à dor, a qual deve ser de suficiente duração para garantir a morte por sangria. A eletronarcose e o atordoamento percussivo são considerados os métodos mais aceitáveis de insensibilização de peixes com base em preceitos de bem-estar e de qualidade da carne. Atualmente, o melhor método para determinar a inconsciência dos peixes durante o processo de abate é por meio da eletroencefalografia (EEG). No Brasil, estudos sobre o uso da EEG para avaliar a inconsciência de peixes durante o processo de abate são ausentes. Neste sentido, o objetivo do trabalho proposto é determinar a inconsciência de tilápias do Nilo por meio de Eletroencefalografia (EEG) no processo de insensibilização por eletronarcose, percussão e anestesia pré-abate.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.