Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo e avaliação da influência de diferentes inóculos na remoção do antibiótico sulfametoxazol em reator anaeróbio de leito fixo ordenado

Processo: 17/18718-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Marcelo Zaiat
Beneficiário:Caroline Fernanda Sella
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/06246-7 - Aplicação do conceito de biorrefinaria a estações de tratamento biológico de águas residuárias: o controle da poluição ambiental aliado à recuperação de matéria e energia, AP.TEM
Assunto(s):Sulfametoxazol   Antibióticos   Inoculação   Biodegradação   Descontaminação

Resumo

Os antibióticos são amplamente usados na medicina humana e veterinária e apenas parcialmente degradados em estações de tratamento biológico, o que, mesmo com suas baixas concentrações na água (na faixa de ng.L-1 a ¼g.L-1), cria a oportunidade para múltiplas fontes potenciais de contaminação, como as estações de tratamento de efluentes domésticos e os locais de criação extensiva de animais. Além disso, os antibióticos possuem a capacidade de alterar a estrutura da comunidade microbiana, promovendo o desenvolvimento de patógenos humanos resistentes. O Sulfametoxazol (SMX) é um agente bacteriostático antibacteriano que a partir da síntese de ácido fólico interfere em bactérias susceptíveis. Ele apresenta um amplo espectro de atividade que tem sido limitado pelo desenvolvimento de resistência no organismo alvo, ao mesmo tempo em que é um dos antibióticos mais encontrados nos ambientes aquáticos. Portanto, este projeto além de explorar o estudo de processos de biodegradação anaeróbia desse composto em reator anaeróbio de leito fixo, propõe a avaliação da influência de três diferentes fontes de inóculos - lodo de estação de tratamento de esgoto (ETE), lodo de cervejaria e lodo de abatedouro de aves - sobre a remoção de SMX e os seus impactos sobre a metanogênese, visto que os inóculos apresentam composições diferentes. (AU)