Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e análise de dois cimentos para emprego em obturações retrógradas e selamento de perfurações

Processo: 17/06545-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Marco Antonio Hungaro Duarte
Beneficiário:Pedro Cesar Gomes Titato
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Cimentos dentários   Propriedades físico-químicas   Descoloração de dente

Resumo

O objetivo deste estudo é desenvolver e analisar, quanto às propriedades físico-químicas e descoloração dental, dois cimentos experimentais retro-obturadores e em casos de perfurações, sendo um constituído de silicato de cálcio e fosfato de cálcio e outro associando silicato tricalcio a silicone, contendo diferentes agentes radiopacificadores e por fim comparar as propriedades MTA HP e MTA Branco Angelus. Os cimentos serão divididos em 6 grupos: I - MTA Angelus Branco; II - MTA HP; III - Experimental 1 com Po (60% Silicato de cálcio, 10% Fosfato de Cálcio, 20% Óxido de Zircônio) e Líquido (80% água e 20% extrato glicólico de Arnica); IV - Experimental 2 com Po (60% Silicato de cálcio, 10% Fosfato de Cálcio, 20% Tungstato de Cálcio) e Liquido (80% água e 20% extrato glicólico de Arnica); V - Experimental 3 com Cimento de Silicone + 20% (em peso) de silicato tricalcio + 10% (em peso) Óxido de Zircônio e VI -Experimental 4 com Cimento Silicone + 20% (em peso) de silicato tricalcio + 10% (em peso) de Tungstato de cálcio. Para os testes de radiopacidade, espessura de filme, escoamento serão seguidas as especificações ISO 6876/2001. Na determinação do tempo de presa será empregada a norma ASTM C266/2008. Para a determinação da liberação de íons cálcio, será utilizado um espectrofotômetro de absorção atômica. Para a determinação do pH será realizada por meio de um pHmetro previamente calibrado com soluções de pHs conhecidos (4, 7 e 14). A alteração volumétrica será analisada em Micro CT. Para avaliação da descoloração dental serão utilizados 10 dentes bovinos para cada grupo. Os dentes terão as câmaras pulpares limpas e obturadas com os cimentos. Após os períodos de 7, 15, 30 e 60 dias os dentes serão submetidos a espectrofotometria. Os resultados serão submetidos aos testes de D'Agostino e Pearson para verificação de distribuição normal. Havendo normalidade será empregado o teste paramétrico de ANOVA. Em caso de ausência de normalidade, será empregado o teste não-paramétrico de Kruskal-Wallis. Para todos os testes será considerado o nível de significância de 5%. (AU)