Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinâmica fluvial e depósitos sedimentares no Rio Amazonas: providenciando ferramentas para decifrar a evolução paleogeográfica da Amazônia e depósitos de grandes rios no registro rochoso

Processo: 17/06874-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Renato Paes de Almeida
Beneficiário:Cristiano Padalino Galeazzi
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dinâmica sedimentar   Paleogeografia   Rio Amazonas

Resumo

O desenvolvimento de modelos de fácies de grandes rios é limitado pela falta de dados de sistemas fluviais de grandes rios ativos, especialmente em relação a formas de leito que não ficam emersas ao longo do ano e correspondem à maior parte do canal. No fundo do canal, o fluxo da água ocorre a dezenas de metros de profundidade e as condições são extremamente diferentes de sistemas fluviais menores, nos quais foram baseados os modelos de fácies atuais. Na Bacia do Amazonas, canais fluviais de grande porte agem como barreiras biogeográficas, cuja evolução ao longo do Neógeno é fundamental para entender a biodiversidade. Os modelos de rios anabranching ativos atuais são baseados em morfologias de elementos fluviais vistas em imagens de satélite e observações dos depósitos aflorantes durante o período de seca do rio. As formas de leito submersas são um elemento chave para desenvolver modelos de grandes rios e esse trabalho tem como principal objetivo o de inspecionar com o Sonar Multifeixe (MBES) as partes mais fundas de alguns trechos do sistema fluvial amazônico, a fim de observar sua morfologia, distribuição e relação com a profundidade. A integração desses dados com dados complementares de sedimentologia e Radar de Penetração no Solo (GPR) das partes rasas do canal, expostas nos períodos de seca, visa compor e melhorar os modelos de fácies vigentes de rios anabranching. Essa contribuição providenciará ferramentas para interpretar os depósitos sedimentares do Neógeno da Amazônia, necessários para entender a evolução paleogeográfica, e rios anabranching de grande porte no registro rochoso. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TAMURA, LARISSA N.; ALMEIDA, RENATO P.; GALEAZZI, CRISTIANO P.; FREITAS, BERNARDO T.; IANNIRUBERTO, MARCO; PRADO, ARIEL H. Upper-bar deposits in large Amazon rivers: Occurrence, morphology and internal structure. SEDIMENTARY GEOLOGY, v. 387, p. 1-17, JUN 1 2019. Citações Web of Science: 0.
DO PRADO, ARIEL HENRIQUE; DE ALMEIDA, RENATO PAES; TAMURA, LARISSA NATSUMI; GALEAZZI, CRISTIANO PADALINO; IANNIRUBERTO, MARCO. Interpretation software applied to the evaluation of shallow seismic data processing routines in fluvial deposits. BRAZILIAN JOURNAL OF GEOLOGY, v. 49, n. 2 2019. Citações Web of Science: 0.
GALEAZZI, CRISTIANO P.; ALMEIDA, RENATO P.; MAZOCA, CARLOS E. M.; BEST, JIM L.; FREITAS, BERNARDO T.; IANNIRUBERTO, MARCO; CISNEROS, JULIA; TAMURA, LARISSA N. The significance of superimposed dunes in the Amazon River: Implications for how large rivers are identified in the rock record. SEDIMENTOLOGY, v. 65, n. 7, p. 2388-2403, DEC 2018. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.