Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do deep water running e do destreinamento na capacidade funcional, resistência muscular e composição corporal em pré-obesos e obesos: estudo piloto

Processo: 17/07517-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Eduardo Aguilar Arca
Beneficiário:Caroline Aquino de Souza
Instituição-sede: Centro de Ciências da Saúde. Universidade do Sagrado Coração (USC). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Deep water running   Hidroterapia   Adultos   Obesidade   Treinamento aeróbio

Resumo

A prática do exercício físico regular contribui para evitar agravamentos das doenças crônicas não transmissíveis. O Deep Water Running é uma modalidade de exercício que consiste na corrida em água funda, realizada com o indivíduo na posição vertical, com auxílio de flutuador pélvico para evitar o contato com o fundo da piscina. O objetivo deste estudo será investigar os efeitos do programa de Deep Water Running no sistema de treinamento intervalado e do destreinamento na capacidade funcional, resistência muscular e composição corporal em adultos pré-obesos e obesos. Trata-se de estudo piloto de ensaio clínico de tratamento, randomizado-controlado, paralelo, aberto, com dois braços. Os voluntários serão randomizados e alocados em dois grupos: grupo experimental (GE) e grupo controle (GC). Participarão do estudo, voluntários de ambos os gêneros, adultos, pré-obesos ou obesos. A avaliação será composta por dados pessoais, investigação dos hábitos de vida e da prática de atividade física, anamnese, testes de resistência muscular, cardiorrespiratória e biompedância elétrica. O programa de intervenção aquática terá duração de 12 semanas. Os voluntários serão avaliados em três momentos: M1: pré-intervenção; M2: pós-intervenção (13ª semana) e M3: após doze semanas de destreinamento (26ª semana). Para a análise da normalidade dos dados será utilizado o teste de Shapiro Wilk. Os dados com distribuição normal serão expressos em média e desvio padrão e serão aplicados testes paramétricos. Os dados com distribuição não normal serão apresentados em mediana e intervalo interquartílico e serão aplicados testes não paramétricos. Em todos os testes, será considerado o nível de significância 5%. (AU)