Busca avançada
Ano de início
Entree

Respostas oocitárias ao estresse térmico

Processo: 17/13082-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Fabíola Freitas de Paula Lopes
Beneficiário:Lais Barbosa Latorraca
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse do retículo endoplasmático   Estresse térmico   Choque térmico   Fertilidade animal   Oócitos   Cumulus   Bovinos leiteiros

Resumo

O rebanho leiteiro de países de clima tropical e subtropical, como o Brasil, estão sujeitos a condições ambientais adversas, como o estresse térmico. O efeito negativo do estresse térmico na fertilidade de bovinos é um problema de ordem multi-fatorial, pois afeta o crescimento folicular, o desenvolvimento do oócito, o desenvolvimento embrionário pré-implantacional, entre outros. Uma atenção especial é dada ao oócito devido à grande susceptibilidade dessa célula a temperatura elevada, reduzindo a capacidade de fertilização e o desenvolvimento embrionário subsequente. Muito se sabe a respeito dos efeitos do estresse térmico sob a reprodução, mas pouco foi elucidado sobre a resposta celular a essas condições. Uma nova linha de pesquisa possui o retículo endoplasmático (RE) de oócitos como alvo de estudo, pois muitas das vias ativadas pelo estresse celular convergem sua resposta ao RE, ativando a unfolded protein response (UPR) com o intuito de retornar ao estado de homeostase celular. A hipótese desse trabalho é que a exposição de complexos cumulus-oócito (CCOs) ao choque térmico durante a maturação in vitro (MIV) compromete a função do RE e a competência de desenvolvimento oocitário. Para testar essa hipótese serão realizados experimentos visando determinar se o choque térmico induz o estresse do RE, altera a reorganização do RE e compromete a síntese proteica oocitária. Além disso, este projeto visa determinar o papel do estresse do RE na fecundação e cinética de desenvolvimento embrionário de oócitos bovinos submetidos ao choque térmico durante a MIV.Palavras chave: choque térmico, estresse do retículo endoplasmático, oócito bovino. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LATORRACA, LAIS B.; FEITOSA, WEBER B.; MARIANO, CAMILA; MOURA, MARCELO T.; FONTES, PATRICIA K.; NOGUEIRA, MARCELO F. G.; PAULA-LOPES, FABIOLA F. Autophagy is a pro-survival adaptive response to heat shock in bovine cumulus-oocyte complexes. SCIENTIFIC REPORTS, v. 10, n. 1 AUG 13 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.