Busca avançada
Ano de início
Entree

Alteração na expressão de proteínas envolvidas no mecanismo de proteólise (especificamente E3 ubiquitina ligases) em modelos de caquexia in vitro e in vivo

Processo: 17/20288-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 08 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 21 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Maria Cristina Cintra Gomes Marcondes
Beneficiário:Laís Rosa Viana
Supervisor no Exterior: Paul Gregorevic
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Baker IDI Heart & Diabetes Institute, Austrália  
Vinculado à bolsa:15/21890-0 - Efeito das dietas leucina, cetogênica e combinada no crescimento tumoral, estado caquético e perfil metabolômico sistêmico, muscular e tumoral de ratas portadoras de câncer caquexia (modelo carcinossarcoma de Walker 256), BP.PD
Assunto(s):Caquexia   Atrofia muscular   Neoplasias   Decomposição   Proteínas   Ubiquitinação

Resumo

A caquexia é síndrome multifatorial que afeta até 80% dos pacientes com câncer e é significativamente relacionada com a diminuição da qualidade de vida e mortes relacionadas com câncer. A perda de massa muscular esquelética é uma das principais consequências da caquexia e contribui para a perda de peso involuntária observada em pacientes com caquexia. Essa degradação do músculo esquelético é resultado do aumento na degradação proteica muscular e diminuição da síntese proteica. Os mecanismos de degradação proteica são estimulados por alguns fatores produzidos pelo tumor, como por exemplo fator de indução de proteólise (PIF) e citocinas pró-inflamatórias, incluindo o fator de necrose tumoral alpha (TNF-±). A principal via de degradação proteica é o sistema ubiquitina proteossomo, que envolve uma cascata de ubiquitinização da proteína a ser degradada. As proteínas E3 ligases são responsáveis pela etapa final da cascata de ubiquitinização, sendo essenciais para esse mecanismo catalítico de proteínas. Tendo as E3 ligases como alvo, podendo assim inibi-las, possibilitaria o desenvolvimento de terapias eficazes para a caquexia/atrofia muscular. Portanto, o objetivo desse estudo é avaliar os efeitos da alteração na expressão de proteínas envolvidas no mecanismo de proteólise (especificamente E3 ubiquitina ligases) em modelos de caquexia in vitro e in vivo. Células de mioblasto C2C12 e camundongos BALB/c inoculados com carcinoma de cólon C26 (modelo experimental de caquexia) serão usados. (AU)