Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução dos sinais visuais nos thamnofilídeos da Tribo Formicivorini (aves, Thamnophilidae)

Processo: 17/16938-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 12 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 17 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Luís Fábio Silveira
Beneficiário:Renata Pereira Beco
Supervisor no Exterior: Scott Vernon Edwards
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Cambridge, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/08814-5 - Evolução dos sinais acústicos e visuais nos thamnofilídeos da tribo Formicivorini (Aves: Passeriformes), BP.MS
Assunto(s):Evolução animal   Instrumentos visuais de sinalização   Aves

Resumo

Os sinais visuais são utilizados pelos indivíduos para transmitir informações com diferentes propósitos, como atrair e cortejar potencial parceiros, defender território, manter grupos unidos e minimizar predação. Assim, estudar os sinais visuais, como os transmitidos pela coloração da plumagem em aves, fornecem grandes oportunidades de testar e predizer hipóteses evolutivas, pois eles são suscetíveis a diferentes pressões seletivas, como as condições de habitat (Hipótese de Sensory Drive - HSD), seleção sexual e reconhecimento de espécies. Para lançar luz sobre os fatores influenciadores da evolução da coloração de plumagem em aves, esse projeto visa estudar os sinais visuais em um diverso clado de aves passeriformes neotropicais dentro da família Thamnophilidae. A tribo Formicivorini contém 39 espécies de aves pequenas que habitam uma grande diversidade de habitats e exibem padrões contrastantes de comportamento de forrageio. Elas são dimórficas sexualmente em plumagem e as diferenças presentes entre as espécies estão associadas a padrão e coloração de plumagem. Eu proponho integrar uma filogenia molecular com dados de plumagem, ecológicos e de comportamento para 1) quantificar a diversidade dos sinais visuais, 2) Testar a HSD nos sinais visuais, 3) Testar a influência do comportamento de bandos mistos na diversidade dos sinais visuais, e 4) Testar potenciais efeitos da seleção sexual na estrutura desses sinais. Dados de plumagem serão obtidos a partir de fotos padronizadas de machos e fêmeas de cada espécie. A calibração e obtenção dos valores de plumagem serão realizados usando o software ImageJ. Dados ecológicos e comportamentais serão obtidos a partir da literatura e do nosso conhecimento no grupo. Todos os dados serão integrados usando o método dos Quadrados Mínimos Generalizados Filogenéticos, que permitirão testar todas as hipóteses propostas sob diferentes modelos evolutivos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.