Busca avançada
Ano de início
Entree

Hidrogéis poliuretânicos sensíveis a temperatura e a pH

Processo: 17/21231-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Maria Isabel Felisberti
Beneficiário:Leonardo Bueno Bronzeri
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/25406-5 - Organizando a matéria: colóides formados por associação de surfactantes, polímeros e nanopartículas, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/11372-2 - Impressão 3D de poliuretanas baseadas em PCL e PEtOx, BE.EP.IC
Assunto(s):Hidrogéis   Polímeros (química orgânica)   Poliuretanos   Interações hidrofóbicas e hidrofílicas

Resumo

Este projeto tem como objetivo a síntese de poliuretanas segmentadas e anfifílicas, potencialmente biodegradáveis e biocompatíveis baseadas em poli(L-lactideo) (PLLA) e em poli(2-etil-2-oxazolina) (PEtOx). O PLLA é hidrofóbico e o PEtOx é hidrofílico e suas soluções aquosas apresentam comportamento de fases do tipo LCST e ainda, tem suas propriedades dependentes do pH do meio. Dependendo da composição, estas poliuretanas poderão intumescer em água, gerando hidrogéis, cuja reticulação é conferida pela presença de segmentos hidrofóbicos (PLLA). As poliuretanas serão caracterizadas de acordo com a composição, propriedades térmicas e mecânicas, intumescimento em água em função da temperatura e do pH. (AU)