Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da ressincronização da ovulação com estradiol aos 14 dias pós-IATF sobre as características morfofuncionais do corpo lúteo e útero em fêmeas Nelore

Processo: 17/18613-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Guilherme Pugliesi
Beneficiário:Igor Garcia Motta
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/10606-9 - Inovações no diagnóstico precoce da gestação em bovinos, AP.JP
Assunto(s):Gravidez   Inseminação artificial   Luteólise

Resumo

A detecção de vacas não-gestantes pela identificação da luteólise através da ultrassonografia Doppler nos Dias-20-22 após a primeira inseminação artificial em tempo fixo (IATF) pode reduzir o intervalo de inseminações em bovinos. Entretanto, informações sobre o efeito do 17 beta-estradiol (E2) e do benzoato de E2 (BE) para ressincronizar a ovulação precocemente em fêmeas gestantes é ainda limitado e apresenta resultados controversos. O objetivo principal deste projeto é estudar os efeitos do tratamento com BE ou E2 associado a progesterona (P4) no Dia 14 pós-IATF na emergência de uma nova onda folicular, indução da luteólise e manutenção da gestação em novilhas Nelore. Para isso, será caracterizado através da ultrassonografia em modo B e em Color Doppler e das concentrações circulantes de P4 as alterações na dinâmica folicular e morfofuncionais do corpo lúteo e útero em novilhas de corte em 3 grupos experimentais (n=10/grupo): controle (só dispositivo de P4), E2+P4 e BE+P4. Além disso, as mudanças morfofuncionais no útero identificadas pela ultrassonografia serão avaliadas em relação ao aprimoramento da técnica de diagnóstico precoce da gestação. Espera-se, que baixas doses de E2 ou BE associado a P4 no Dia 14 pós-IATF sejam suficientes para causar uma emergência de nova onda folicular sincronizada sem comprometer a funcionalidade do CL e da manutenção da gestação. Para isso, no Exp. 1, 30 novilhas da raça Nelore, serão submetidas a IATF e avaliações ultrassonográficas em modo B e Doppler e colheitas de sangue para dosagem de P4 serão realizadas diariamente do 14º ao 24º dia após a IATF. Além disso, células imunes isoladas do sangue periférico colhido nos dias 14 e 18 serão utilizadas para identificar o estado gestacional antes (Dia 14) e após (Dia 18) o tratamento hormonal. Além disso, exames ultrassonográficos serão realizados no Dia 23 e 25 pós-IATF para identificar, respectivamente, a ocorrência da ovulação nas vacas não-gestantes e da vesícula embrionária. No Exp. 2, espera-se utilizar o melhor tratamento hormonal a base de E2 ou BE observado no Exp. 1 e comparar a taxa de gestação após ressincronização e IATF em relação ao grupo controle (n= 200/grupo).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PUGLIESI, GUILHERME; DE MELO, GABRIELA DALMASO; ATAIDE, JR., GILMAR ARANTES; GONTIJO PELLEGRINO, CARLOS AUGUSTO; SILVA, JULIO BARBOZA; ROCHA, CECILIA CONSTANTINO; MOTTA, IGOR GARCIA; MORAES VASCONCELOS, JOSE LUIZ; BINELLI, MARIO. Use of Doppler ultrasonography in embryo transfer programs: feasibility and field results. ANIMAL REPRODUCTION, v. 15, n. 3, p. 239-246, JUL-SEP 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.