Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito imunomodulatório de bactérias probióticas:análise em monócitos periféricos e células dendríticas.

Processo: 17/10829-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Marcia Pinto Alves Mayer
Beneficiário:Gláuber Campos Vale
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/18273-9 - Novas estratégias para o controle das periodontites, AP.TEM
Assunto(s):Periodontite   Probióticos   Células dendríticas   Microbiologia oral

Resumo

Esta proposta visa estabelecer fundamentos para o desenvolvimento de novas estratégias para o controle das periodontites. A hipótese geral a ser testada é de que o equilíbrio na relação microbiota oral-resposta imune, perdido na periodontite, poderia ser recuperado pela modulação da resposta imune promovida por bactérias probiótcas. O presente projeto visa determinar a capacidade de cepas probióticas modular a resposta imune avaliando o seu efeito sobre monócitos perféricos e células dendríticas em ensaios in vitro. Nossos dados preliminares mostraram que cepas probióticas de Bifidobacterium são capazes de inibir a formação de biofilme e a adesão/invasão de células epiteliais gengivais por P. gingivalis, além de alterar o perfil de citocinas produzidas. Assim, no presente estudo serão empregadas monócitos periféricos e células dendríticas em ensaios de co-cultura com patógenos periodontais, submetidos a combinações de cepas probióticas. Serão avaliados o perfil de citocinas, expressão de genes associados ao processo inflamatório, ativação das vias de sinalização e funcionalidade na diferenciação de subtipos de linfócitos T. Esta estratégia visa selecionar cepa(s) probiótica(s) capazes de induzir uma resposta que altere o microbiota oral e do intestino favorecendo a microbiota associada a saúde, em equilíbrio com o hospedeiro. Estes resultados contribuirão para estabelecimento de estratégias capazes de interferir na disbiose da microbiota e na resposta do hospedeiro à microbiota residente, favorecendo a manutenção da saúde periodontal.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VALE, GLAUBER CAMPOS; SANTANA MOTA, BRENDA IZABELA; ANDO-SUGUIMOTO, ELLEN SAYURI; ALVES MAYER, MARCIA PINTO. Effect of Probiotics Lactobacillus acidophilus and Lacticaseibacillus rhamnosus on Antibacterial Response Gene Transcription of Human Peripheral Monocytes. PROBIOTICS AND ANTIMICROBIAL PROTEINS, AUG 2021. Citações Web of Science: 0.
VALE, GLAUBER CAMPOS; ALVES MAYER, MARCIA PINTO. Effect of probiotic Lactobacillus rhamnosus by-products on gingival epithelial cells challenged with Porphyromonas gingivalis. ARCHIVES OF ORAL BIOLOGY, v. 128, AUG 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.