Busca avançada
Ano de início
Entree

Proteína de soja como aditivo na hidrólise enzimática da biomassa vegetal: desenvolvimento e análise tecnoeconômica do processo

Processo: 17/13931-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Cristiane Sanchez Farinas
Beneficiário:Mariana Govoni Brondi
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/10636-8 - Da fábrica celular à biorrefinaria integrada Biodiesel-Bioetanol: uma abordagem sistêmica aplicada a problemas complexos em micro e macroescalas, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Hidrólise enzimática   Bagaço de cana-de-açúcar   Engenharia bioquímica

Resumo

A implantação processo de conversão em larga escala da biomassa lignocelulósica em biocombustíveis e outros bioprodutos ainda apresenta desafios tecnológicos. No contexto da rota bioquímica de conversão, destacam-se o baixo rendimento da etapa de hidrólise enzimática e o alto custo das enzimas. Dentre as estratégias para aumentar a eficiência das reações de hidrólise enzimática da biomassa, o uso de aditivos tem mostrado efeitos bastante positivos, uma vez que estes diminuem a adsorção improdutiva das celulases na lignina, reduzindo a perda de enzimas no processo. No entanto, o uso de aditivos de baixo custo se faz necessário para que o processo se viabilize economicamente. O presente projeto de mestrado se propõe a avaliar o uso de proteína de soja como aditivo para a redução da adsorção improdutiva de enzimas durante a hidrólise enzimática do bagaço de cana-de-açúcar. A fim de atingir tal objetivo, as seguintes etapas serão realizadas: 1) Avaliação do efeito das variáveis operacionais (carga de sólidos, carga enzimática e concentração de proteína de soja) e do efeito do tempo de adição da proteína de soja utilizando a metodologia de planejamento experimental como ferramenta; 2) Caracterização físico-química do conjunto aditivo-biomassa; 3) Validação dos experimentos de hidrólise em diferentes escalas (tubos de 5 mL e biorreatores de 500 e 3000 mL). Transversalmente a essas atividades, será utilizada metodologia desenvolvida pelo LaDAbio para análise reversa da viabilidade tecnoeconômica do processo, permitindo definir metas de desempenho dentro do contexto de uma biorrefinaria integrada biodiesel-bioetanol 2G. Esta proposta, assim, vincula-se ao projeto temático do programa BIOEN/FAPESP: "Da fábrica celular à biorrefinaria integrada biodiesel-bioetanol: uma abordagem sistêmica aplicada a problemas complexos em micro e macroescalas" (proc. 2016/10.636-8).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRONDI, MARIANA G.; VASCONCELLOS, VANESSA M.; GIORDANO, ROBERTO C.; FARINAS, CRISTIANE S. Alternative Low-Cost Additives to Improve the Saccharification of Lignocellulosic Biomass. Applied Biochemistry and Biotechnology, v. 187, n. 2, p. 461-473, FEB 2019. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.