Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da comunidade de caranguejos chama-maré (Brachyura: Ocypodidae: Gelasiminae) nas diferentes fitofisionomias do manguezal

Processo: 17/13510-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Luciana Cavalcanti Maia Santos
Beneficiário:Nicholas Kriegler
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IB-CLP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Assunto(s):Conservação biológica   Geotecnologias   Análise espaço-temporal   Manguezais   Caranguejo   Crustáceos   Crustacea
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Conservação | Crustacea | Ecologia de Crustáceos

Resumo

Os Gelasiminae, subfamília à qual pertencem os popularmente conhecidos caranguejos chama-marés, tem um importante papel como engenheiros do ecossistema manguezal, tendo sua distribuição espacial limitada por alguns fatores, como a granulometria do sedimento, a disponibilidade de alimento e o microclima. Neste contexto, torna-se essencial a condução de uma análise interdisciplinar sobre os habitats das espécies de caranguejos chama-marés, integrando dados ecológicos dessas espécies e do ecossistema que habitam, com dados espaciais obtidos com o uso de geotecnologias, como sensoriamento remoto e os SIGs (Sistemas de Informação Geográfica). Dessa forma, o presente projeto visa caracterizar a distribuição espacial e a estrutura da comunidade dos caranguejos chama-marés (Brachyura: Ocypodidae: Gelasiminae), em três fitofisionomias de manguezal, identificando os parâmetros abióticos e/ou bióticos com maior poder explicativo na determinação desse padrão, empregando técnicas de sensoriamento remoto e SIG, em conjunto com informações ecológicas obtidas para suas espécies. Tais análises configuram uma importante perspectiva ao estudo dos manguezais e sua fauna associada, por fornecer subsídios para o planejamento ambiental e práticas de conservação. Por meio do presente estudo, espera-se uma melhor compreensão das alterações espaço-temporais que podem ocorrer nos habitats de manguezal, principalmente aquelas advindas de mudanças climáticas locais e regionais, assim como suas consequências sobre a distribuição espacial da comunidade dos caranguejos chama-marés. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
KRIEGLER, Nicholas. Caracterização da assembleia de caranguejos chama-maré (Brachyura: Ocypodidae: Gelasiminae), nas diferentes fitofisionomias do manguezal. 2019. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Instituto de Biociências. São Vicente São Vicente.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.