Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise proteômica dos efeitos de PA-BJ, uma serinoproteinase do veneno de Bothrops Jararaca, sobre cultura de células endoteliais de sangue periférico

Processo: 17/19252-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Solange Maria de Toledo Serrano
Beneficiário:Daniela Cajado de Oliveira Souza Carvalho
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07467-1 - CeTICS - Centro de Toxinas, Imuno-Resposta e Sinalização Celular, AP.CEPID
Assunto(s):Venenos de serpentes   Proteômica   Cinética enzimática   Células endoteliais

Resumo

PA-BJ é uma serinoproteinase do veneno da Bothrops jararaca, que induz a agregação de plaquetas de forma semelhante à trombina, clivando os receptores ativados por proteases PAR-1 e PAR-4 em plaquetas. Realizamos recentemente um estudo para analisar comparativamente a agregação de plaquetas ativadas pela trombina, um dos mais importantes agonistas de plaquetas, e a PA-BJ. Para tanto, abordagens de espectrometria de massas e bioinformática foram utilizadas para caracterizar mudanças no proteoma de plaquetas não ativadas e ativadas, e também para analisar proteínas e peptídeos presentes no sobrenadante de plaquetas agregadas. Nossos achados revelaram que, embora tanto a PA-BJ quanto a trombina induzam agregação plaquetária via PAR-1 e PAR-4, essas enzimas ativam diferentes vias para promover a secreção e a agregação de plaquetas. Células endoteliais expressam vários tipos de receptores de proteínas, que após a ativação por seus ligantes específicos, iniciam uma rede de sinalização que liga sinais extracelulares a vários processos biológicos em células do sistema vascular. A trombina e as proteinases da coagulação dependentes de vitamina K são capazes de ativar seletivamente os receptores ativados por proteases da superfície celular na vasculatura. O objetivo do presente projeto é caracterizar os efeitos moleculares da PA-BJ em células endoteliais. Com a finalidade de descobrir as cascatas moleculares potencialmente desencadeadas pela PA-BJ nessas células, aplicaremos abordagens de degradômica baseada em espectrometria de massas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.