Busca avançada
Ano de início
Entree

A Guerra dos Dez Anos e a independência de Cuba: uma análise em Rafael Maria Merchán

Processo: 17/18011-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História da América
Pesquisador responsável:Marcos Sorrilha Pinheiro
Beneficiário:Igor Henrique Batistella
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Cuba   Lutas territoriais   Guerra

Resumo

Esta pesquisa tem como foco de estudo o livro "Cuba: justificación de su Guerra de Independência", publicado nos primeiros anos da guerra final de separação do território cubano (1895-1898) pelo jornalista e escritor exilado Rafael Maria Merchán y Pérez (1844-1905). Tratando da Guerra dos Dez Anos (1968-1878) e do período entre-guerras (1878-1895), que compõem o processo de independência da ilha de Cuba, Merchán emprega sua escrita crítica e fartamente respaldada por artigos, livros e depoimentos para descrever o cenário político, econômico, social e ideológico cubano nas últimas décadas em que a ilha esteve sob o domínio do decadente Império Colonial Espanhol. Além de denunciar os abusos, erros e artimanhas da metrópole e seus representantes, a obra ressalta a necessidade de um novo espírito combativo capaz de colocar fim às injustiças relatadas, enterrando as vozes conciliadoras após uma farta exposição de motivos para a rebelião. Além da análise dos eventos e do contexto da época, investigaremos a amplitude das intenções e do papel desempenhado por Merchán na justificação do movimento separatista cubano, objetivando assim expandir os estudos desenvolvidos sobre o período. (AU)