Busca avançada
Ano de início
Entree

Macroalgas de riachos tropicais: avaliando os efeitos dos fatores ambientais e espaciais sobre a distribuição da beta diversidade em diferentes escalas

Processo: 17/16502-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:Ciro Cesar Zanini Branco
Beneficiário:Ciro Cesar Zanini Branco
Anfitrião: Robert Dan Holt
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Florida, Gainesville (UF), Estados Unidos  
Assunto(s):Biodiversidade   Ecossistemas lóticos   Perifiton

Resumo

Os ecossistemas lóticos possuem uma biota bastante rica, formada por organismos com diferentes estratégias reprodutivas e modos de dispersão, entre as quais se encontram as macroalgas. As macroalgas têm sido tratados como um dos mais relevantes produtores primários em riachos tropicais, uma vez que estão na base da teia trófica destes ecossistemas. Estudos recentes têm demonstrado que a estrutura das comunidades de macroalgas lóticas tropicais pode ser fortemente influenciada por uma combinação de fatores ambientais e espaciais, assim como pela escala espacial de observação. Estas informações indicam que estes organismos podem representar, de fato, uma oportunidade concreta para se ampliar a compreensão do grau de influência que o ambiente e o espaço exercem sobre os padrões de distribuição da diversidade, nos seus diferentes componentes. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa foi estabelecido com o objetivo de investigar o papel relativo dos fatores ambientais locais e dos fatores espaciais sobre a beta diversidade (e seus componentes) em comunidades de macroalgas lóticas tropicais em diferentes escalas espaciais. Com base nos bancos de dados disponíveis, o desenvolvimento deste projeto de pesquisa pretende, concretamente, abordar as seguintes questões: i) a beta diversidade das comunidades de macroalgas, e seus componentes (aninhamento e substituição de espécies), são influenciados pela escala de observação e pelo tipo de bioma?; ii) os componentes da beta diversidade variam de forma similar indepedentemente da escala de observação e do tipo de bioma?; iii) a influência relativa dos fatores ambientais locais e dos fatores espaciais sobre os componentes da beta diversidade é similar independentemente da escala de observação e do tipo de bioma? e iv) há efeito de dependência taxonômica, considerando os filos algais, sobre os padrões de beta diversidade sob diferentes escalas e tipos de bioma?. Considerando que o presente projeto de pesquisa será desenvolvido em colaboração com o Dr. Robert D. Holt, eminente professor de Biologia do Departamento de Biologia da Universidade da Flórida (UF), espera-se, para além de resultados científicos pontuais, o estabelecimento de uma parceria científica duradoura e frutífera entre o nosso grupo de pesquisa (UNESP/FCL/Assis) e o grupo liderado pelo Dr. Holt.