Busca avançada
Ano de início
Entree

Ampliação das Evidências de Validade da Escala de Atribuições de Causalidade em Alunos do Fundamental

Processo: 17/21441-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 12 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 15 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Fundamentos e Medidas da Psicologia
Pesquisador responsável:Acacia Aparecida Angeli dos Santos
Beneficiário:Adriana Satico Ferraz
Supervisor no Exterior: Leandro da Silva Almeida
Instituição-sede: Universidade São Francisco (USF). Campus Campinas. Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade do Minho (UMinho), Portugal  
Vinculado à bolsa:17/01370-7 - Estudo de evidências de validade da Escala de Avaliação das atribuições de causalidade para alunos do ensino fundamental (EAVAT-EF) e suas implicações para o contexto escolar, BP.MS
Assunto(s):Educação escolar básica

Resumo

Por reconhecer a relevância da participação das atribuições de causalidade (ACs) para o processo de escolarização, considera-se imprescindível a elaboração de meios para aferi-las, sendo primordial a realização de estudos psicométricos destas medidas. Mediante esta demanda, o presente projeto destinado à concessão de Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior (BEPE) está vinculado ao projeto de mestrado da candidata, intitulado Estudo de evidências de validade da Escala de Avaliação das Atribuições de Causalidade para Alunos do Ensino Fundamental (EAVAT-EF) e suas implicações para o contexto escolar. O presente projeto propõe a ampliação das investigações das evidências de validade para a Escala de Avaliação das Atribuições de Causalidade para Alunos do Ensino Fundamental (EAVAT-EF). São propostas as buscas por evidência de validade de critério em razão da variável histórico de repetência ou não repetência e do rendimento escolar, considerando as notas dos alunos em língua portuguesa e matemática e, também, a autopercepção do aluno em relação ao seu desempenho na sala de aula. Pretende-se, ainda, a verificação do nível explicativo das ACs para as metas de realização, avaliada pela Escala de Avaliação da Motivação para a Aprendizagem (EMAPRE), com o intuito de corroborar a investigação de evidência de validade baseada em construtos relacionados. A amostra avaliada será a mesma do projeto de Bolsa do País. É prevista a participação de 700 alunos do Ensino Fundamental I e II de escolas públicas municipais que responderão a EAVAT-EF e a EMAPRE-EF. A coleta será iniciada e finalizada no segundo semestre de 2017. A análise, descrição e discussão dos resultados serão realizadas no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Educação no Instituto de Educação da Universidade do Minho, considerando os subsídios teóricos e práticos de duas disciplinas a serem cursadas e a orientação do Prof. Dr. Leandro da Silva Almeida. Conjectura-se como ganhos o acúmulo de evidências de validade para a EAVAT-EF, o que corrobora a sustentação das interpretações dos seus resultados, tornando-a um instrumento cada vez mais adequado para a avaliação das ACs na educação básica.