Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise das relações de dominância e padrões de distribuição de alimento entre indivíduos da espécie de vespa primitivamente eussocial Mischocyttarus cerberus (Polistinae; Mischocytarinii)

Processo: 17/17018-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Fábio Santos do Nascimento
Beneficiário:Wilson França de Oliveira Neto
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Vespidae   Mischocyttarus   Insetos sociais   Evolução social   Comportamento social animal   Dominância animal

Resumo

Mischocyttarus cerberus é uma dentre 245 espécies de vespas da tribo Mischocytarini, pertencentes à subfamília Polistinae. São vespas primitivamente eussociais de fundação independente, com ninhos feitos de celulose, sem envelope e com poucos indivíduos por colônia. A estrutura social desses grupos é estabelecida através de uma hierarquia de dominância e subordinação. O ranking de dominância estabelecido dita a dinâmica social da colônia tanto ao nível reprodutivo quanto às atividades de forrageio e alimentação. É comum que a fêmea dominante seja a primeira a requisitar alimento no momento em que uma forrageadora retorna para o ninho. No entanto, ainda não é bem compreendido se o comportamento de distribuição de alimento entre os adultos e larvas segue preferencialmente o ranking de dominância ou se há uma multidirecionalidade ocasional do alimento. A aplicação de análises de redes sociais tem crescido entre os estudos comportamentais, pois podem fornecer uma forma sistemática e objetiva para identificar e determinarmos indivíduos centrais, papéis de dominância e suas interações em um grupo social de animais. O presente estudo tem por objetivo verificar de que maneira a dinâmica e estrutura social em colônias de Mischocyttarus cerberus relaciona-se com as interações tróficas entre os indivíduos por meio da abordagem de análises de redes sociais. (AU)