Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do remodelamento cardíaco em indivíduos expostos à poluição atmosférica em São Paulo

Processo: 17/19555-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Luiz Fernando Ferraz da Silva
Beneficiário:Raquel de Almeida
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/21728-2 - Uso de modernas técnicas de autópsia na investigação de doenças humanas (MODAU), AP.TEM
Assunto(s):Fibrose   Antracose   Cardiomegalia   Sistema cardiovascular   Patologia   Poluição atmosférica

Resumo

A exposição à poluição atmosférica está envolvida com várias doenças cardiovasculares, como demonstrado em estudos clínicos e experimentais. O remodelamento cardíaco é caracterizado por um conjunto de mudanças moleculares e celulares que resultam na alteração da morfologia do coração decorrente de agressões sofridas, com papel crítico no desenvolvimento de patologias do sistema cardiovascular. Estudos experimentais já evidenciaram que a exposição ao material particulado presente na poluição atmosférica resulta no remodelamento cardíaco, ou seja, hipertrofia e fibrose do tecido cardíaco. Os estudos clínicos ainda são escassos, o que torna relevante uma abordagem patológica da avaliação da associação entre os efeitos da exposição crônica à poluição, como o depósito de pigmentos de antracose, e o remodelamento cardíaco em indivíduos expostos à poluição urbana. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.