Busca avançada
Ano de início
Entree

Bioatividade de derivados de Annona mucosa Jacq. sobre Chrysodeixis includens (Walker) (Lepidoptera: Noctuidae)

Processo: 17/19146-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Edson Luiz Lopes Baldin
Beneficiário:Matheus Gerage Sacilotto
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Lagartas   Annona   Inseticidas biológicos   Controle de insetos   Controle de pragas   Entomologia agrícola   Bioatividade

Resumo

A soja [Glycine max (L.) Merrill] é uma oleaginosa de grande importância para o Brasil, e seus grãos apresentam uma ampla variedade de uso, servindo desde à nutrição humana e animal até à produção de óleo vegetal e biodiesel. Dentre os maiores produtores de soja do mundo, o Brasil destaca-se na segunda posição, com 95,631 milhões de toneladas colhidas na safra 2015/16, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Apesar dos números expressivos, a produção dessa leguminosa pode ser comprometida por diversos fatores, sendo a ocorrência de insetos-praga um grande problema para a cultura. Responsável por proporcionar sérios prejuízos aos produtores, a lagarta-falsa-medideira Chrysodeixis includens (Walker) (Lepidoptera: Noctuidae) destaca-se como praga chave para lavouras de soja. O controle deste lepidóptero tem sido feito principalmente através de sucessivas pulverizações com inseticidas sintéticos, as quais podem ocasionar sérios prejuízos ao meio ambiente e à saúde humana, além de selecionar populações resistentes do inseto. Diante desse cenário em desequilíbrio, diversos estudos vêm sendo conduzidos a fim de disponibilizar alternativas mais sustentáveis para o controle de insetos-praga nas lavouras. Nesse sentido, o uso de inseticidas botânicos tem sido apontado como estratégia promissora no manejo integrado de pragas (MIP). Dentre os benefícios desta prática destacam-se a maior preservação do agroecossistema, aliada aos bons níveis de eficiência no controle de insetos-praga. Pertencente à família Annonaceae, a espécie Annona mucosa Jacq. tem se destacado pelo grande potencial inseticida obtido com alguns de seus derivados, sendo apontada por alguns autores como importante candidata na produção de inseticidas botânicos. Considerando-se a importância de C. includens para os cultivos de soja no Brasil e também as dificuldades associadas ao seu manejo, este projeto tem por objetivo avaliar a bioatividade do extrato etanólico de sementes de A. mucosa (ESAM) sobre C. includens em laboratório e casa de vegetação. Para tanto, os efeitos do ESAM incorporado à dieta artificial sobre aspectos biológicos de neonatos de C. includens serão avaliados em laboratório. Em ensaio com plantas no interior de casa de vegetação, a bioatividade do ESAM sobre neonatos de C. includens será avaliada em comparação com um inseticida comercial, recomendado para a cultura da soja. (AU)