Busca avançada
Ano de início
Entree

Inovação em Sistema de Informação Geográfica participativo (SIGP) em contexto de vulnerabilidade urbana: uma parceria Brasil-Finlândia para avanços na governança socioambiental

Processo: 17/18338-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 03 de maio de 2018
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Leandro Luiz Giatti
Beneficiário:Carolina Monteiro de Carvalho
Supervisor no Exterior: Anna Marketta Kytta Pirjola
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Aalto University, Finlândia  
Vinculado à bolsa:15/21311-0 - Sistema de Informação Geográfica (SIG) participativo para a governança socioambiental, BP.PD
Assunto(s):Participação social   Saúde ambiental   Sustentabilidade urbana

Resumo

Esta proposta de estágio de pesquisa pós-doutorado visa analisar dados coletados e modelar um Sistema de Informação Geográfica Participativo (PGIS) que já está sendo desenvolvido e aplicado como uma ferramenta inovadora para subsidiar uma melhor governança socioambiental para a cidade de Guarulhos (SP). A área de estudo é a cidade de Guarulhos, porque está localizada em um contexto macrometropolitano e desenvolve interações com outros municípios em relação aos recursos naturais, especialmente a água, e está associada a situações de vulnerabilidade e crise socioambiental, que necessitam de uma nova abordagem que permita aos interessados Integração de visão com o planejamento municipal, para melhores condições de vida na cidade. O objetivo é promover a participação social na discussão dos problemas socioambientais atuais e das soluções do PGIS, visando novas propostas de planejamento municipal para um desenvolvimento urbano mais sustentável, integrando o conhecimento local (SoftGIS) com conhecimento "oficial" (HardGIS) . A plataforma PGIS usada nesta pesquisa é Maptionnaire, desenvolvida pela Universidade Aalto e distribuída pela startup Mapita LTD, e já está sendo usada neste projeto, em uma escala multinível (habitantes de comunidade vulnerável e gestores municipais). Além disso, outros dados coletados através de dinâmicas participativas com os atores sociais serão utilizados para completar o PGIS. Será utilizada uma metodologia desenvolvida pela equipe da Aalto university de integração de dados PGIS e planejamento urbano existente, com o objetivo de melhorar a governança e o desenvolvimento urbano. Os dados coletados serão analisados e integrados em cooperação com a Universidade Aalto, e o PGIS será modelado em sua forma final, a ser apresentado à comunidade.