Busca avançada
Ano de início
Entree

Co-evolução dos hidrocarbonetos cuticulares de formigas do grupo Attina e compostos químicos dos seus fungus simbióticos

Processo: 17/18974-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 19 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Fábio Santos do Nascimento
Beneficiário:Diego Santana Assis
Supervisor no Exterior: Theodore Robert Schultz
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Smithsonian National Museum of Natural History, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/17358-0 - Diversidade e evolução da composição química da cutícula em formigas cortadeiras (Formicidae: Attini: Atta-Genus group), BP.DR
Assunto(s):Evolução animal   Formigas cortadeiras   Hidrocarbonetos cuticulares   Mutualismo (biologia)   Simbiose

Resumo

Os hidrocarbonetos cuticulares (CHCs) podem prover diversas informações sobre casta, idade, status reprodutivo, e indivíduos pertencentes mesma colônia ou de colônias diferentes. Em formigas, CHCs são úteis para entender diversos traços sociais. Esses padrões podem levar a alguma luz sobre o comportamento social e especiação em alguns grupos de formigas. Formigas do grupo Attina podem prover um bom modelo destes processos evolutivos. Além disso, a co-evolução entre formigas Attina e seus fungos simbióticos é um exemplo de sucesso da evolução. Neste projeto, nós usaremos abordagens filogenéticas, químicas e ecológicas para entender os processos básicos da especiação e evolução em formigas. A fim de investigar essa relação, nós usaremos ferramentas filogenéticas para analisar como formigas e seus fungos simbióticos influenciam um ao outro através dos CHCs. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.