Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de diferentes tempos de remineralizações após ciclagem erosiva e abrasiva em esmalte: estudo in vitro

Processo: 17/14085-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Ana Cecília Corrêa Aranha
Beneficiário:Juliana Sant Anna da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Abrasão dentária   Erosão dentária   Remineralização dentária   Perfilometria   Dentística

Resumo

Este estudo in vitro, avaliará os efeitos de diferentes tempos de remineralizações em esmalte humano erodido e abrasionado. Para tanto, 60 amostras (4x4x1,5mm) serão confeccionadas a partir de terceiros molares humanos hígidos. Em todos os grupos serão realizados erosão seguido de remineralização (com exceção de G1), e abrasão. Os 6 grupos (n=10) serão divididos aleatoriamente de acordo com os diferentes tempos de remineralizações: G1- Sem remineralização; G2-30min; G3-1h; G4-1h30; G5-2h; G6-4h. A erosão será realizada por 2min, com ácido cítrico a 1%(pH2,3) e abrasão com slurry de água destilada com Colgate Máxima Proteção (1500ppm F, Monofluorfosfato de Sódio - MFP®) com o auxílio de escova elétrica (15s por amostra+1min45s de imersão em slurry). Todos os espécimes serão avaliados em Perfilometria Óptica para avaliação do desgaste da superfície (n=60). Os resultados serão avaliados de acordo com o teste estatístico mais indicado após a avaliação de homogeneidade e normalidade dos dados. (AU)