Busca avançada
Ano de início
Entree

Estruturação populacional em Anopheles darlingi: usando a microbiota como marcador

Processo: 17/18595-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Paulo Eduardo Martins Ribolla
Beneficiário:Isabella Ariadne Ferrari Bernardes
Instituição-sede: Instituto de Biotecnologia (IBTEC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/12153-0 - Avaliação do potencial de paratransgênese para Asaia sp. endossimbionte em Aedes aegypti e Anopheles stephensi, BE.EP.IC
Assunto(s):Anopheles   Malária   Genética populacional   Microbiota

Resumo

A malária é considerada a enfermidade transmitida por artrópode mais impactante em países em desenvolvimento. As últimas estimativas indicaram 212 milhões de casos globais em 2015, levando a 429 mil mortes. Todos os organismos complexos, incluindo os mosquitos do gênero Anopheles, principais transmissores da malária são colonizados por uma vasta multiplicidade de microrganismos, exemplo disso são os microrganismos constituintes da flora microbiana nativa que coloniza o trato digestivo, local onde se observa a maior quantidade e diversidade de bactérias. Esta colonização bacteriana, de um modo geral, confere benefícios ao hospedeiro revelando-se uma verdadeira relação mutualista. Uma investigação completa da microbiota hospedada por este mosquito da malária neotropical é primordial não só para estratégias aplicacionais, mas também para uma descrição de base da biologia geral do principal vetor de malária na América do Sul. Este projeto tem por objetivo utilizar a microbiota intestinal de Anopheles darlingi como marcador populacional. Amostras de larvas serão coletadas na cidade de Mâncio Lima (AC) em torno de três casas que representam 03 distintos ambientes (urbano, semi-urbano e rural). A caracterização da microbiota das larvas será realizada por genotipagem da região V3 do gene 16S através de sequenciamento de última geração. Palavras-chave: malária, Anopheles, microbiota (AU)