Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto de estratégias de diagnóstico para detecção de lesões de cárie na qualidade de vida de crianças pré-escolares

Processo: 17/16665-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Fausto Medeiros Mendes
Beneficiário:Julia Gomes Freitas
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cariologia   Qualidade de vida   Ensaio clínico controlado aleatório   Saúde bucal

Resumo

O objetivo será avaliar a influência de duas estratégias de diagnóstico para detecção de lesões de cárie em dentes decíduos na qualidade de vida associada à saúde bucal após 2 anos de acompanhamento. Para isso, um estudo clínico randomizado paralelo está sendo realizado, avaliando a diferença do impacto na qualidade de vida relacionada à saúde bucal em crianças submetidas a duas diferentes estratégias de diagnóstico para detecção de lesões de cárie nos seus dentes decíduos: (1) detecção de cárie realizada pela inspeção visual isolada; (2) detecção de cárie realizada pela associação dos métodos visual e radiográfico. Dessa forma, 250 crianças de 3 a 6 anos de idade foram aleatoriamente alocadas nesses dois grupos de acordo com a estratégia diagnóstica utilizada para detecção de cárie. As crianças foram submetidas à estratégia de diagnóstico ao qual foram alocadas, e um plano de tratamento foi realizado de acordo com essa estratégia. Um questionário para avaliar o impacto da saúde bucal na qualidade de vida dessas crianças foi aplicado aos pais. O questionário selecionado foi o Early Childhood Oral Health Impact Sacle (ECOHIS). Após elaboração do plano de tratamento, as crianças foram tratadas e estão sendo acompanhadas até 24 meses. Ao final do acompanhamento, as crianças retornarão, e o questionário ECOHIS será novamente aplicado aos pais das crianças. Também será aplicada uma pergunta de transição global, onde os pais vão relatar numa escala Likert o quanto eles acham que seus filhos melhoram com relação à saúde bucal após o tratamento realizado (escala variando de piorou muito até melhorou muito). Os desfechos serão relacionados à mudança no impacto da saúde bucal na qualidade vida, tendo o ECOHIS inicial como comparação. Os desfechos serão comparados de forma quantitativa (diferenças nos escores e cálculo do tamanho de efeito) e de forma dicotômica (melhora ou não na qualidade de vida), e serão realizadas comparações entre os dois grupos experimentais. (AU)