Busca avançada
Ano de início
Entree

Fala Guerreira: vozes, imagens e imaginário de "mulheres periféricas" na cidade de São Paulo

Processo: 17/18912-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Andréa Cláudia Miguel Marques Barbosa
Beneficiário:Dayane Karoline Fernandes da Silva
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Produção cultural   Antropologia visual   Mulheres   Fotografia   Periferia

Resumo

As Ciências Sociais, ao observar as periferias paulistanas entre as décadas de 1970 e 1980, operava com a dicotomia centro-periferia de maneira mais ou menos explícita com enfoque na questão da segregação socioespacial e, mais recentemente, ao modificar as abordagens e leituras sobre a periferia, tem se atentado, sobretudo, à movimentação cultural crescente desde a segunda metade da década de 1990 por meio, principalmente, da proliferação de coletivos artísticos nas diferentes regiões periféricas paulistanas. Dentro deste contexto têm surgido coletivos formados exclusivamente por mulheres que procuram trazer em suas produções culturais debates e demandas que entendem como específicas das suas experiências enquanto mulheres de periferia.Tendo isto em vista, esta pesquisa procurará refletir sobre as narrativas visuais mobilizadas nas cinco edições da revista "Fala Guerreira", elaborada por um coletivo homônimo composto por mulheres da periferia da zona sul da cidade de São Paulo, tendo como foco observar os elementos imagéticos utilizados para a construção e composição de representações de si. Qual seria uma possível auto-imagem dessa "mulher periférica" enquanto sujeito político atuante nos movimentos culturais das periferias?