Busca avançada
Ano de início
Entree

Adorno e a crítica à filosofia moral

Processo: 17/21507-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 26 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 25 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Vladimir Pinheiro Safatle
Beneficiário:Felipe Catalani
Supervisor no Exterior: Rahel Simone Anna Jaeggi
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Humboldt University, Alemanha  
Vinculado à bolsa:16/06614-9 - A relação entre conhecimento e moral na obra tardia de Theodor W. Adorno, BP.MS
Assunto(s):Teoria crítica   Theodor W. Adorno   Filosofia moral

Resumo

Neste projeto pretendemos investigar problemas relativos à filosofia moral adorniana enquanto uma crítica à filosofia moral. O ponto de partida de nossa pesquisa era compreender a relação entre conhecimento e moral na obra tardia de Adorno, especialmente em sua Dialética Negativa. Compreendemos que é essencial para a ideia de teoria crítica que os momentos gnosiológicos e o ético-prático não sejam momentos separados, mas intrinsicamente unidos. Neste sentido, nosso esforço é investigar como ambos momentos estão relacionados na obra tardia de Adorno, isto é, como a Dialética Negativa atualiza esse motivo central na ideia de teoria crítica tal como formulada por Horkheimer em Teoria Tradicional e Teoria Crítica. Por este motivo, nos parece importante entender como o conceito enfático de verdade em Adorno possui um forte sentido moral, em oposição ao conceito positivista de verdade enquanto uma afirmação neutra, enquanto adaequatio entre uma proposição e um objeto. O conceito de verdade como pertencente ao âmbito da "filosofia prática" possui uma longa história, que nos remete à tradição dialética desde Hegel. No contexto da teoria crítica, tal conceito de verdade torna-se claro especialmente nos trabalhos de Lukacs, Bloch, Marcuse e Horkheimer. Na Dialética Negativa, por meio da relação entre verdade e sofrimento, a verdade ganha uma forma ética particular, unindo sein e sollen, no sentido de que, para Adorno, é um imperativo de que o sofrimento não deve ser.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)