Busca avançada
Ano de início
Entree

Funções de genes novos do cromossomo Y de Drosophila por meio da análise de expressão na espermatogênese

Processo: 17/14923-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Maria Dulcetti Vibranovski
Beneficiário:Carolina de Athayde Mendonça
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/20844-4 - O papel da gametogênesis na origem e evolução dos genes novos, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):19/04376-1 - Os efeitos do cromossomo Y na expressão gênica ao longo da espermatogênese de Drosophila, BE.EP.MS
Assunto(s):Espermatogênese   Cromossomo Y   Drosophila   Biologia evolutiva

Resumo

Apesar do genoma de Drosophila melanogaster já ter sido sequenciado, pouco é conhecido a respeito dos genes do cromossomo Y. Sabe-se porém que alguns deles são essenciais para a fertilidade masculina visto que machos X0 são viáveis mas estéreis. Neste cromossomo existem seis regiões essenciais para a fertilidade e, até o momento, foram identificados doze genes. As funções da maioria destes genes não foram investigadas diretamente e o que se sabe é baseado em similaridade de domínios proteicos. Diferentemente do que ocorre em mamíferos, os genes do cromossomo Y de Drosophila tiveram origem a partir de duplicações gênicas de autossomos. A comparação da expressão de genes que em D. melanogaster localizam-se no cromossomo Y e que em uma espécie próxima localizam-se em um autossomo, pode revelar consequências importantes destes diferentes contextos genômicos. O presente trabalho objetiva: (1) determinar os padrões de expressão dos genes kl-5, PRY, CCY, WDY e JY± do cromossomo Y de D. melanogaster ao longo da espermatogênese; (2) aprofundar os conhecimentos das funções de tais genes por meio de seus padrões de expressão e; (3) comparar a expressão dos genes do cromossomo Y de D. melanogaster com a de seus ortólogos em D. mojavensis e D. willistoni. Em um sentido mais amplo, este estudo contribuirá para a compreensão da evolução de genes novos, pois sabe-se que estes genes tendem a ter expressão nos testículos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.