Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização eletroquímica de novas ligas metálicas para aplicações em recobrimentos e de ligas com superfícies modificadas para aplicações biomédicas

Processo: 17/16943-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Walter José Botta Filho
Beneficiário:Walter José Botta Filho
Anfitrião: Ricardo Pereira Nogueira
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université Grenoble Alpes (UGA), França  
Vinculado ao auxílio:13/05987-8 - Processamento e caracterização de ligas metálicas amorfas, metaestáveis e nano-estruturadas, AP.TEM
Assunto(s):Eletroquímica industrial   Elaboração mecânica de ligas   Ligas metálicas   Microestruturas   Propriedades de superfície

Resumo

O projeto de pesquisa a ser desenvolvido durante o período como pesquisador visitante no Institut National Polytechnique de Grenoble, INP-Grenoble especificamente no Laboratoire d' electrochimie et de physico-chimie des matériaux et des interfaces, LEPMI, e no Laboratoire Science et Ingénierie des Matériaux et des Procédés, SiMAP, está associado às atuais atividades de pesquisa do proponente, em ligas metálicas com microestruturas contendo fases amorfas, metaestáveis e/ou nanoestruturadas, e tem como objetivo usar a infraestrutura e as especialidades dos pesquisadores no LEPMI e no SiMAP para avaliar as propriedades relevantes em alguns sistemas específicos pertencentes a esta classe de materiais metálicos. O primeiro foco de pesquisa será a avaliação de ligas metálicas recentemente desenvolvidas para aplicações como revestimentos em aços; tais ligas incluem diferentes famílias de ligas de alta entropia ou pseudo-alta entropia, com composições próximas às dos aços comerciais modificadas com B, projetadas para otimizar a capacidade de formação de fase amorfa e aumentar a resistência à corrosão, mesmo no caso de ocorrer a cristalização parcial. O segundo foco de pesquisa estará associado ao desenvolvimento de ligas de Ti-² com granulação ultrafina adequadas para uso em implantes humanos, suas modificações de superfície para induzir respostas específicas em células osteoblásticas e células imunes após implantação e caracterização eletroquímica detalhada, incluindo testes de corrosão em vitro para verificar dissolução dos elementos metálicos. Para ambos os tipos de sistemas que estamos nos propondo estudar, a interação com pesquisadores do SiMAP com especialização em projetos de ligas utilizando metodologias combinatoriais e termodinâmicas e com pesquisadores do LEPMI especializados em caracterização eletroquímica é considerada como o fator de maior importância para garantir o sucesso no desenvolvimento deste plano de pesquisa. (AU)