Busca avançada
Ano de início
Entree

Propriedades eletrofisiológicas dos neurônios noradrenérgicos de locus coeruleus em um modelo experimental para a Doença de Alzheimer

Processo: 17/21750-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 02 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 16 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Luciane Helena Gargaglioni Batalhão
Beneficiário:Mariane Cristine Vicente
Supervisor no Exterior: Tim Daniel Ostrowski
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa : A.T. Still University, Missouri (ATSU), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/04412-0 - Alterações neuroanatômicas e funcionais do sistema respiratório no sono e na vigília em um modelo experimental para Doença de Alzheimer, BP.DR
Assunto(s):Fenômenos fisiológicos circulatórios e respiratórios   Anóxia   Doença de Alzheimer   Hipercapnia   Sono

Resumo

A doença de Alzheimer (AD) é um distúrbio neurodegenerativo frequentemente associado à idade, cujas manifestações cognitivas e neuropsiquiátricas resultam em incapacidade progressiva e eventual incapacitação. Mais de 70% dos pacientes institucionalizados com AD apresentam disfunções respiratórias e esses problemas podem contribuir ou levar ao declínio cognitivo. Essas deficiências respiratórias provavelmente refletem as alterações de grupos neuronais envolvidos no controle da respiração. Além disso, estudos recentes enfatizam a possibilidade de que a neurodegeneração do tronco encefálico em pacientes com AD precede o declínio cognitivo. O tronco encefálico possui núcleos envolvidos no controle ventilatório, como o Locus coeruleus que é severamente afetado na doença de Alzheimer (AD). Desta forma, o presente projeto testará a hipótese de que os neurônios do Locus coeruleus estão alterados durante a progressão da doença de Alzheimer. A mudança na neurofisiologia dos neurônios LC em diferentes estágios da AD pode resultar em diferentes sintomas respiratórios, que precedem o declínio cognitivo. Até o presente momento, não há dados na literatura que mostrem como as alterações das propriedades eletrofisiológicas de Locus coeruleus estão relacionadas às alterações respiratórias na progressão da AD. O estudo será realizado em um modelo animal de AD esporádica, induzido por injeções intracerebroventriculares de estreptozotocina (STZ). Avaliaremos a atividade intrínseca dos neurônios de Locus coeruleus na progressão de AD usando a técnica de patch clamp (14 e 30 dias após a injeção de streptozotocina icv). Além disso, avaliaremos por meio de imunohistoquímica as mudanças no padrão de ativação (marcação para c-fos) dos neurônios noradrenérgicos do LC ativados por hipercapnia. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.