Busca avançada
Ano de início
Entree

Coleta e sistematização de dados sobre alterações empreendidas por parlamentares aos projetos em tramitação no legislativo

Processo: 17/23553-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Estado e Governo
Pesquisador responsável:Fernando de Magalhães Papaterra Limongi
Beneficiário:Bernardo Martinho Ballardin
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/14525-6 - Instituições políticas, padrões de interação executivo-legislativo e capacidade governativa, AP.TEM
Assunto(s):Projeto de lei   Poder legislativo   Poder executivo   Banco de dados

Resumo

Desde sua primeira edição, o projeto Padrões de Interação Executivo-Legislativo organiza e atualiza o Banco de Dados Legislativos do CEBRAP. Ao longo das vigências do projeto, o banco foi se tornando cada vez mais complexo, desdobrando-se em bancos de dados independentes, atualmente ele contém quatro grandes grupos de dados, complementados por bancos menores e mais específicos, divididos conforme o tipo de informação, sua localização e metodologia de coleta. São elas as informações relevantes sobre a produção legislativa brasileira, Orçamento da União, carreira dos parlamentares e votações nominais. Com o desenvolvimento das pesquisas sobre o relacionamento entre Executivo e Legislativo, se faz necessário que exploremos de forma detida a dinâmica entre os partidos no interior do Congresso Nacional. Para tanto, é objetivo da bolsa aqui referida sistematizar as relações travadas entre as diferentes legendas, bem como entre, de um lado, Câmara dos Deputados e, de outro, o Senado Federal, no processo de modificação dos projetos em tramitação. As informações contidas nestes bancos são cruciais para a caracterização do funcionamento do Presidencialismo de Coalizão. Essas informações, além de beneficiarem as inúmeras frentes de pesquisa vinculadas ao Temático, são distribuídas para pesquisadores, nacionais e internacionais. A organização destes dados é, sem dúvida, uma das maiores contribuições do projeto temático e tem colaborado sobremaneira para a abertura de novas frentes de pesquisa acerca do sistema político brasileiro e para estudos comparados. (AU)