Busca avançada
Ano de início
Entree

Adsorção de IgG humana em Criogel monolítico de Acrilamida/Alginato com o-Fosfotirosina (OPT) imobilizado

Processo: 17/21751-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Sonia Maria Alves Bueno
Beneficiário:Camila Marcuz
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Purificação de proteínas   Anticorpos   Cromatografia de afinidade   Purificação

Resumo

Anticorpos (imunoglobulinas) são glicoproteínas empregadas nas áreas analítica, diagnóstico, biossensores, proteômica e terapêutica. A purificação dessas moléculas é fundamental, uma vez que para estas aplicações, normalmente, é necessário preparações homogêneas de anticorpos. A necessidade de grandes doses de anticorpos, para os tratamentos terapêuticos, levaram os pesquisadores a desenvolver novos processos de separação cromatográfica de imunoglobulinas. Um dos desenvolvimentos neste campo nas últimas décadas, é a cromatografia em leitos monolíticos. Devido a sua estrutura macroporosa, estes leitos apresentam propriedades adequadas para purificação de macromoléculas, como baixa resistência ao fluxo através da coluna e a transferência de massa governada principalmente por convecção. Visto isso, este projeto visa o desenvolvimento de um adsorvente a base de acrilamida, alil diglidil éter e alginato, preparado pela técnica de crio-polimerização, para ser empregado como fase estacionária monolítica para a adsorção de IgG humana. O ligante pseudobioespecífico orto-fosfotirosina (OPT) será imobilizado neste criogel, uma vez que nosso grupo de pesquisa demonstrou que este ligante adsorveu seletivamente IgG a partir do plasma humano. Os criogéis preparados a base de acrilamida e alginato serão caracterizados quanto à porosidade, morfologia e absorção de água. Também serão avaliados a capacidade de adsorção de IgG a partir do soro humano e será identificado a porção da IgG (Fab ou Fc) adsorvida no ligante imobilizado.