Busca avançada
Ano de início
Entree

Dieta proteica e transcriptômica de tecidos associados à resposta imune de ovinos infectados por Haemonchus contortus

Processo: 17/18086-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Helder Louvandini
Beneficiário:Camila de Miranda e Silva Chaves
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Parasitologia veterinária   Ovinos   Proteínas

Resumo

Objetiva-se com este trabalho investigar a influência do teor de proteína da dieta na regulação da expressão gênica associada à resposta imune ao Haemonchus contortus. Este trabalho integra projeto maior aprovado no edital universal/2016 CNPq (420373/2016-0). O experimento será conduzido no Laboratório de Nutrição Animal (LANA) do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA) utilizando 20 ovinos machos sem infecção prévia por Haemonchus contortus, que serão distribuídos em 4 tratamentos: ovinos sem infecção com baixo (10%) e alto (16%) teores de proteína na dieta e ovinos infectados por H. contortus com baixo e alto teores de proteína na dieta. O abate dos animais será realizado 30 dias após a infecção artificial com 10000 L3/animal para colheita de amostras do timo, baço, linfonodo do abdômen e medula óssea. As variáveis tais como consumo, peso vivo, hemograma, perfil metabólico, citocinas, IgA, IgG e contagem de parasitos, serão relacionadas aos resultados de transcriptômica a partir da extração de RNA dos tecidos obtidos e amplificação do cDNA através de PCR. A análise da nutrigenômica permitirá responder como a intervenção nutricional pode influenciar o genoma dos ovinos em resposta a infecção pelo H. contortus, em redes de co-expressão, a fim de subsidiar programas futuros de seleção genômica de ovinos resistentes às verminoses, bem como manejo nutricional correto como formas alternativas e/ou complementares ao uso de drogas para controle de verminoses nos rebanhos, sob o paradigma da produção sustentável de ruminantes associado ao bem-estar animal.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.