Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da história das terapias de base cognitiva e comportamental no Brasil a partir da coleção Sobre Comportamento e Cognição

Processo: 17/03313-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Pesquisador responsável:Carmem Beatriz Neufeld
Beneficiário:Marina Martini
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Terapia cognitivo-comportamental   Terapia comportamental   Análise do comportamento   História comparada

Resumo

A Análise do Comportamento chegou ao Brasil na década de 1960, com a vinda de Fred Keller ao país e a realização do primeiro curso na área. Uma de suas primeiras aplicações aconteceram nas clínicas, se expandindo depois para instituições. Exatamente 30 anos depois, Bernard Rangé e Hélio Guilhardi idealizaram e ajudaram na criação da Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental (ABPMC), até hoje a maior sociedade científica da área no país. A partir de 1996, como parte de sua colaboração para o ensino, a Associação passou a publicar a coleção Sobre Comportamento e Cognição, conjunto de livros reunindo as apresentações realizadas durante seu encontro anual. Considerando a relevância da coleção para a formação de futuros psicólogos das áreas comportamental e cognitiva, a importância de se estudar a história de uma área e o papel primordial da ABPMC na história das terapias de base comportamental e cognitiva, justifica-se a realização de estudo que identifique e diferencie as diferentes terapias de base comportamental e cognitiva, além de relatar seu percurso histórico no país. Para isso, será realizado estudo histórico-conceitual, que utilizará como fontes as edições da coleção Sobre Comportamento e Cognição. Todos os volumes da coleção serão consultados em busca de textos históricos e conceituais sobre as terapias de base cognitiva e comportamental, que serão selecionados para leitura e construção da história destas terapias no Brasil. Espera-se que o estudo possa contribuir com a apresentação da versão da história relatada pelos autores cujos trabalhos estão publicados na coleção. (AU)