Busca avançada
Ano de início
Entree

Capacitação internacional via BEPE/FAPESP no projeto avaliação da efetividade do Manejo de Contingências no tratamento da dependência de crack para usuários vivendo na região da Cracolândia: ensaio clínico randomizado controlado com crossover

Processo: 17/22004-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Jair de Jesus Mari
Beneficiário:André de Queiroz Constantino Miguel
Supervisor no Exterior: Kathleen Mary Carroll
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Yale University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/05371-8 - Efetividade do Manejo de Contingências no tratamento da dependência de crack para usuários vivendo na região da Cracolândia. ensaio clínico randomizado controlado com crossover, BP.PD
Assunto(s):Transtornos relacionados ao uso de substâncias   Cocaína crack   Planos de contingência   Serviços de saúde mental   Cracolândia

Resumo

A dependência de crack é hoje um grave problema de saúde pública no Brasil, com usuários de crack apresentando elevada prevalência de comorbidades psiquiátricas e infecções sexualmente transmissíveis. O uso de crack está associado às altas taxas de desemprego, probabilidade de viver ou ter vivido em situação de rua, histórico de encarceramento e/ou envolvimento em atividades ilegais. Nos últimos 20 anos, um tratamento chamado Manejo de Contingências (MC) vem obtendo os melhores resultados em relação à redução do uso de substâncias, promoção da abstinência continuada, presença nos atendimento e retenção ao tratamento. O objetivo deste estudo é avaliar a efetividade do MC no tratamento da dependência de crack para usuários de crack vivendo na região da Cracolândia. Para atingir este objetivo, as equipes dos serviços Unidade Helvétia e CRATOD serão capacitadas em MC para, em seguida, aplicar a intervenção MC nos seus respectivos serviços. Esse estudo será um ensaio clínico randomizado controlado multicêntrico com crossover. Sua amostra será composta de 200 sujeitos com diagnóstico atual de dependência crack. Após 12 semanas de intervenção, os participantes do grupo controle (tratamento padrão) receberão 12 semanas do tratamento experimental (tratamento padrão mais MC) e os participantes do grupo experimental receberão 12 semanas do procedimento controle. Nossa hipótese é que os participantes terão uma resposta significativamente melhor nos desfechos redução do uso de substâncias, promoção da abstinência continuada, presença nos atendimento e retenção ao tratamento quando receberem o tratamento com MC. O objetivo deste estágio de pós-doutorado no Departamento de Psiquiatria da Universidade de Yale é trabalhar com um grupo de cientistas considerado referência internacional no desenvolvimento de intervenções psicossociais baseadas em evidências para o abuso de substâncias, tais como o MC. Conforme descrito no projeto, durante esta experiência de estágio de pós-doutorado, o pós-doutorando participará de dois projetos desenvolvidos atualmente pelo grupo da Prof. Carroll que envolvem o uso de MC no tratamento dos transtornos por uso de substâncias (mesma intervenção utilizada em seu projeto de doutorado e pós-doutorado). Ele também realizará análises secundárias em um banco de dados de ensaios clínicos já concluídos envolvendo dependentes de cocaína com o intuito de escrever novos artigos e submetê-los às revistas académicas indexadas. Por fim, o pós-doutorando também participará de cursos de treinamento e capacitação de pós-doutorado desenvolvidos pela Divisão de Uso de Substâncias e pelo Departamento de Psiquiatria da Universidade de Yale. Em relação aos benefícios diretos dessa experiência de estágio no seu projeto de pós-doutorado no Brasil, destaca-se que o pós-doutorando terá acesso a novos instrumentos de rastreio e testagens para avaliar os resultados do seu estudo, aprenderá sobre desenho de estudo, análises estatísticas e métodos para garantir coleta de dados em ensaios clínicos envolvendo MC para o tratamento dos transtornos por uso de substâncias. Essa experiência de estágio também lhe permitirá discutir e analisar os achados da sua pesquisa com pesquisadores considerados referência internacional no seu campo de pesquisa. No mais, esta experiência de estágio de pós-doutoramento lhe proporcionará treinamentos adicionais em seu campo de atuação, aumentando sua habilidade e conhecimento no seu tema de estudo, e promovendo uma maior capacitação acadêmica durante sua formação de pós-doutorado pela UNIFESP. Por fim, espera-se também que essa experiência o auxilie em produzir publicações de maior impacto em revistas acadêmicas indexadas de destaque internacional, e deste modo, fortalecer a parceria entre a UNIFESP e Universidade de Yale. Tal experiência será uma oportunidade única e trará um impacto direto em sua formação como pós-doutor, seu projeto de pós-doutorado, bem como na continuação da sua carreira acadêmica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CONSTANTINO MIGUEL, ANDRE DE QUEIROZ; MADRUGA, CLARICE SANDI; SIMOES, VIVIANE; YAMAUCHI, RODOLFO; DA SILVA, CLAUDIO JERONIMO; MCDONELL, MICHAEL; MCPHERSON, STERLING; ROLL, JOHN; LARANJEIRA, RONALDO RAMOS; MARI, JAIR DE JESUS. Contingency management is effective in promoting abstinence and retention in treatment among crack cocaine users with a previous history of poor treatment response: a crossover trial. PSICOLOGIA-REFLEXAO E CRITICA, v. 32, JUL 15 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.