Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de plataforma web, em arquitetura não monolítica e voltada para o microservice: focando na integração das rotinas de geoprocessamento e aplicação de novos algoritmos biométricos baseados em IA (Inteligência Artificial)

Processo: 17/24110-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Pesquisador responsável:Esthevan Augusto Goes Gasparoto
Beneficiário:Rafael Willwohl Salgado
Empresa:Treevia Serviços de Engenharia Ltda. - ME
CNAE: Atividades de apoio à produção florestal
Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis
Serviços de engenharia
Vinculado ao auxílio:17/07593-8 - Sistema integrado de monitoramento florestal - Smartforest: revolução tecnológica em inventários florestais, AP.PIPE
Assunto(s):Processamento de dados   Inteligência artificial   Geoprocessamento   Sensoriamento remoto   Inventário florestal

Resumo

Com a demanda crescente em diminuir o erro gerado pelas equações biométricas no inventário florestal, torna imprescindível a aplicação de tecnologias de Inteligência Artificial somadas ao Sensoriamento Remoto, de forma a convergir em resultado mais precisos e próximo da realidade e das expectativas do mercado. Dessa forma, ao passo que a plataforma web de processamento de dados florestais (SmartForest) ganha maior dimensão durante a Fase 2, faz-se necessário o desacoplamento da estrutura monolítica em microservice, cada microservice rodando em seu próprio processo e se comunicando através de mecanismos leves, capaz de dar maior agilidade no desenvolvimento e possibilitando a publicação em produção de maneira independente através de processos de deploys automatizados. O bolsista com formação em Ciências da Computação ou áreas correlatas, será o profissional responsável pelo desenvolvimento de lógicas de programação. As principais atividades desse bolsista serão: (I.) Elaborar juntamente com os Pesquisadores Principais rotinas de inteligência artificial aplicadas a biometria florestal; (II.) Integrar e desenvolver rotinas de geoprocessamento; (III.) Desacoplar a aplicação monolítica e aplicar a arquitetura de microservice. (AU)