Busca avançada
Ano de início
Entree

Terrorismos e pontes do musicar local: explorações teóricas e etnográficas sobre gêneros e sexualidades dissidentes na música

Processo: 17/20849-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Rose Satiko Gitirana Hikiji
Beneficiário:Vitor Pinheiro Grunvald
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/05318-7 - O musicar local: novas trilhas para a etnomusicologia, AP.TEM
Assunto(s):Teoria queer

Resumo

Este projeto de pesquisa tem um duplo foco, teórico e etnográfico. Primeiramente, procura investigar de que maneira se constrói e se consolida, no campo da musicologia mais amplamente e da etnomusicologia de maneira mais particular, um conjunto de preocupações relativas às questões de gênero e sexualidade, valendo-se para tanto das contribuições (etno)musicológicas feminista e queer/LGBTQ+. O foco etnográfico centra-se na produção de uma etnografia sobre experiências de musicar local que trabalham explicitamente e tomam essas questões como eixos estruturantes de suas práticas artísticas, seja na composição musical, seja na produção audiovisual e em espaços de sociabilidade e interação LGBTQIA+ . Tanto discussões teóricas sobre (etno)musicologia quanto análises etnográficas sobre como práticas musicais constroem localidades e são construídas por ela constituem importantes pontos de investigação do Projeto Temático O Musicar Local: novas trilhas para a etnomusicologia (FAPESP nº 2016/05318-7), ao qual esta pesquisa está associada.