Busca avançada
Ano de início
Entree

Limiar de dor dos músculos da mastigação e esternocleidomastoideo, catastrofização e qualidade de vida de pacientes com e sem DTMs

Processo: 17/13764-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Karina Helga Turcio de Carvalho
Beneficiário:Marcella Santos Januzzi
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Síndromes da dor miofascial   Mialgia   Catastrofização   Disfunção temporomandibular   Dor facial   Qualidade de vida

Resumo

As disfunções temporomandibulares (DTMs) são alterações que afetam os músculos da mastigação, articulações temporomandibulares (ATMs) e/ou estruturas correlatas. O objetivo deste estudo será avaliar a intensidade de dor orofacial espontânea e registrar o limiar de dor em músculos da mastigação, esternocleidomastoideo e flexor, além de verificar o comportamento catastrófico e a qualidade de vida em indivíduos com e sem DTM muscular. Para isso, os portadores de DTM serão selecionados de uma população alvo (amostra de conveniência) de indivíduos com diagnóstico de DTM muscular do Núcleo de Diagnóstico e Tratamento das DTMs da FOA-UNESP, de acordo com o Critério de Diagnóstico em pesquisa para DTM (RDC-TMD). O grupo controle (assintomático) será definido pela técnica de pareamento de acordo com variáveis relevantes (sexo e idade, etc.) obtido via "propensity score". A intensidade de dor espontânea orofacial será avaliada por meio de Escala Visual Analógica (EVA), e o limiar de dor dos músculos: masseteres, temporais anteriores e esternocleidomastoideos, de ambos os lados, e de um ponto de referência, no músculo flexor curto do polegar direito será mensurado por meio da algometria. Todos os participantes deverão responder à Escala de Catastrofização da Dor (Pain Catastrophizing Scale-PCS), e a escala de qualidade de vida (Oral Health Profile-OHIP -14). Após a coleta, os dados obtidos serão submetidos à análise estatística e avaliação de acordo com teste apropriado usando SPSS 20.0 (SPSS, Chicago, IL, USA) com alfa (±)=0.05. A hipótese de relação entre as variáveis do estudo (dependentes e preditoras) será verificada por modelos log-lineares e a razão de chances (Odds Ratio) estimada através de modelos de regressão logística. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.