Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das estruturas secundárias em astrocitomas: análise quantitativa do crescimento infiltrativo e sua correlação com os níveis de expressão do gene ADAM23 em modelos animais

Processo: 17/13622-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 02 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Érico Tosoni Costa
Beneficiário:Natália Cristina dos Santos
Instituição-sede: Hospital Sírio-Libanês. Sociedade Beneficente de Senhoras (SBSHSL). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/06305-4 - Análises morfométricas tridimensionais: quantificando o crescimento infiltrativo de astrocitomas em modelo animal, BE.EP.IC
Assunto(s):Oncologia   Astrocitoma   Proliferação celular   Expressão gênica   Modelos animais de doenças

Resumo

Astrocitomas são tumores agressivos do sistema nervoso central originados de astrócitos transformados. Os astrocitomas mais comuns e fatais são os Glioblastomas Multiformes (GBM, grau IV pela classificação da OMS). Os astrocitomas de alto grau (graus III e IV) exibem um padrão de espalhamento cerebral denominado de "crescimento infiltrativo", que emerge como uma combinação letal entre proliferação celular descontrolada e intensa invasão parenquimatosa. Os astrocitomas de alto grau são considerados incuráveis pelos regimes terapêuticos atuais. Considerando que o surgimento de características móveis às células de astrocitomas é tão comum quanto importante para a completa malignização da doença, o nosso grupo tem focado os esforços no papel do gene ADAM23 em células de astrocitomas. ADAM23 é um membro cataliticamente inativo da família das ADAMs (do inglês, A Disintegrin And Metalloproteinase Family), do subgrupo das "ADAM's cerebrais", que está frequentemente silenciado em diferentes tipos de canceres. No SNC o gene ADAM23 apresenta um papel fisiológico crucial para a diferenciação neuronal e para o desenvolvimento cerebral. Apesar disso, pouco se sabe sobre o papel de ADAM23 em tumores do SNC. O escopo deste projeto é buscar quantificar os componentes proliferativo e invasivo de astrocitomas expressando diferentes níveis de ADAM23, utilizando como modelos experimentais duas linhagens de GBM humano implantadas em cérebros de camundongos imunodeficientes. Buscaremos também correlacionar os níveis de ADAM23 com o padrão do crescimento infiltrativo em amostras de astrocitomas primários humanos, avaliado por análises morfométricas de suas respectivas imagens de ressonância magnética e por análises de enriquecimento (GSEA). Este projeto de Iniciação Científica vem a fazer parte de um projeto maior que está sendo desenvolvido em nosso laboratório (projeto de Auxilio Regular FAPESP#2016/07463-4). (AU)