Busca avançada
Ano de início
Entree

Mar do sul da China: acordos militares e disputas marítimas

Processo: 17/23629-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Sérgio Luiz Cruz Aguilar
Beneficiário:Renato Matheus Mendes Fakhoury
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Direito do mar   Segurança internacional   Conflitos internacionais   Relações internacionais

Resumo

O Mar do Sul da China representa uma das mais importantes rotas comerciais do mundo contemporâneo, e sua importância geoestratégica ultrapassa o âmbito regional. Palco de importantes disputas marítimas, territoriais e aéreas que se originaram no findar da Segunda Guerra Mundial, o território representa o choque entre a projeção de poder de algumas das principais potências mundiais, tendo relevância ativa na política global. Embora todos os Estados que circundam o mar tenham alguma forma de reivindicação sobre este, se destacam as disputas por dois complexos de ilhas. As Spratley, localizadas mais ao Sul, são reivindicadas pela China, Taiwan, Filipinas, Brunei, Malásia e Vietnã, enquanto que as Paracels, localizadas mais ao norte, são disputadas principalmente pela China e Vietnã. Dado o poderio chinês, pode-se observar uma mudança nas relações dos demais países contestantes, que vem firmando alianças militares com o intuito de aumentarem seu poderio militar. Nesse contexto, a pesquisa analisará as relações entre os principais países envolvidos na disputa, especialmente a busca de apoio em Estados de fora da região e o estabelecimento de alianças com a finalidade de aumentarem suas capacidades. A pesquisa seguirá o método de Process Tracing, utilizado de modo a ter-se um maior entendimento acerca das motivações, intenções e ações dos Estados envolvidos relacionadas com o aumento de capacidades (dinâmicas causais), e que produziram o cenário atual de tensão. (AU)