Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do uso do IG (Iterated Greedy) no problema de minimização do tempo de fluxo de produtos acabados em um ambiente integrado produção-distribuição

Processo: 17/20294-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção - Pesquisa Operacional
Pesquisador responsável:Roberto Fernandes Tavares Neto
Beneficiário:Milena Vannuchi Magnani
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/01860-1 - Problemas de corte, empacotamento, dimensionamento de lotes, programação da produção, roteamento, localização e suas integrações em contextos industriais e logísticos, AP.TEM
Assunto(s):Planejamento da produção   Distribuição de mercadorias   Benchmarks

Resumo

Atualmente há pesquisas de grande relevância que abordam problemas tanto de roteirização, quanto de scheduling, nos âmbitos teórico e prático. No ponto de vista teórico, há um número virtualmente ilimitado de problemas caracterizados como NP-Difíceis e pelo ponto de vista empresarial, as técnicas de otimização desenvolvidas através de tais pesquisas permitem aprimorar indicadores de custos, tempo de entrega, análise de tempo de fluxo do makespan, dentre outros. Diante de tal cenário, o presente projeto propõe uma pesquisa que busca estudar e desenvolver técnicas de otimização pelo método greedy iterativo, permitindo o planejamento integrado entre produção e distribuição. O ambiente estudado será um flowshop composto por duas máquinas. A distribuição é realizada por um conjunto finito de veículos com capacidade limitada, que podem realizar uma ou mais rotas. Busca-se minimizar o tempo de fluxo de produtos acabados, ou seja, desde o momento em que eles ficam prontos e são estocados, até o momento em que são entregues em seu destino final. Tanto o ambiente de manufatura quanto a distribuição são conhecidos por serem problemas NP-Difíceis. Dessa forma, entende-se que a combinação dos mesmos seja um problema NP-Difícil. Espera-se que essa pesquisa gere um conjunto de benchmarks que serão disponibilizados à comunidade científica a respeito de como técnicas de IG podem ser úteis no planejamento integrado produção-distribuição. (AU)