Busca avançada
Ano de início
Entree

Parâmetros hepáticos de bovinos confinados, alimentados com grãos de milho úmidos de destilaria

Processo: 17/22761-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Cyntia Ludovico Martins
Beneficiário:Ana Bárbara Domingues Sartor
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Eficiência   Grãos de destilaria secos com solúveis (DDGS)   Dieta animal   Nutrição animal   Histologia animal   Abscesso hepático   Gado Nelore

Resumo

Uma opção que vem ganhando destaque recentemente no Brasil são os grãos úmidos de destilaria (WDG), devido ao início da produção de etanol a partir do milho e seu uso na alimentação de bovinos de corte confinados. Porém poucos estudos sobre o perfil nutricional do WDG no Brasil para bovinos em confinamento. Diante disto os objetivos do presente projeto serão avaliar os efeitos da inclusão de níveis crescentes de grãos úmidos de destilaria em dietas com milho moído no perfil sanguíneo, bioquímica e histologia hepática e incidência de abscessos hepáticos em bovinos ½ Nelore - Angus em confinamento, alimentados com níveis crescentes de grãos de úmido de destilaria (WDG) com dietas a base de milho. Cem bovinos, machos, com peso inicial médio de 370 kg serão distribuídos em um delineamento em blocos casualisados em quatro tratamentos 0; 15%; 30% e 45% de inclusão de grãos de milho úmidos de destilaria da MS dietética (WDG). Para a avaliação do perfil hepático será colhida amostras de sangue para determinação de enzimas hepáticas ligadas ao metabolismo hepático. Aos 130 dias de cocho os animais serão abatidos em frigorífico comercial e avaliados a incidência de abscessos hepáticos e colhida amostras para determinação da histologia parâmetros morfométricos do parênquima hepático. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância utilizando-se o procedimento PROC MIXED do software SAS e o teste de Tukey para comparação entre as médias, considerando significativos valores de P<0,05. (AU)