Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da fotobioestimulação no tratamento da miosite

Processo: 17/18039-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Marucia Chacur
Beneficiário:Camilla Garcia de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neuroanatomia   Terapia a laser de baixa intensidade   Fototerapia   Miosite   Dor aguda   Dor crônica   Dor musculoesquelética   Qualidade de vida

Resumo

A dor musculoesquelética é frequente e, decorrente na população mundial, além de ser vista como um problema de saúde pública. Dentre as dores musculoesqueléticas, existe o subgrupo da dor muscular, que acomete grande parcela da sociedade e causa grande absenteísmo. Por este motivo, nosso projeto tem como foco o estudo da dor muscular em diferentes períodos do seu desenvolvimento, antes da sua instalação, na sua forma aguda e na sua forma crônica. O objetivo geral deste projeto é avaliar se o tratamento com Laser de baixa intensidade (LLLT- comprimento de onda de 660nm, energia de 3J/cm2) é capaz de interferir na resposta nociceptiva e inflamatória, induzida pelo modelo de dor muscular. Para a indução da lesão muscular, será utilizado o agente álgico Adjuvante Completo de Freund (CFA-150µg/300µl), sendo duas injeções de 150µL, uma na porção medial e outra na porção lateral do ventre do músculo gastrocnêmio. As análises serão realizadas por meio de ensaios comportamentais, técnicas histológicas e quantificação proteica. Muitos estudos demonstraram efeitos positivos da fototerapia no processo de reparação do tecido muscular, ainda, trabalhos do nosso grupo mostraram o efeito benéfico do tratamento com laser em modelos de dores crônicas, induzidas por lesões nervosas. Por este motivo, acreditamos que este trabalho nos trará um maior número de informações sobre o momento de início da lesão e uma possível intervenção para um tratamento mais eficaz. Sempre buscando a melhora da qualidade de vida do paciente, visto que a dor muscular acomete uma grande parcela da população brasileira e mundial. (AU)