Busca avançada
Ano de início
Entree

Variabilidade interanual da água modal subtropical do Atlântico Sul associada à padrões climáticos remotos

Processo: 17/23133-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Física
Pesquisador responsável:Olga Tiemi Sato
Beneficiário:Daniel Melo Costa Santos
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/09659-6 - Variabilidade interanual dos transportes meridionais através da rede transatlântica SAMOC (SAMBAR), AP.TEM
Assunto(s):Oceanos   Atlântico Sul   Mudança climática

Resumo

A característica da água modal é a homogeneidade de parâmetros como temperatura e salinidade, tanto na vertical quanto ao longo de sua extensão horizontal. Esse tipo particular de água modal subtropical ocupa quase toda a bacia do Atlântico Sul entre 30oS e 40oS. Essa massiva quantidade de água é formada entre os meses de Julho e Outubro como consequência dos processos de interação entre o oceano e a atmosfera. A camada superior é homogeneizada e resfriada, de forma que afunda até uma isopicnal de equilíbrio próxima à sua região de formação. Esse processo está fortemente ligado à perda de calor do oceano. Dentre os fatores que causam variações na formação e na água modal presente inclui-se a interação com a Corrente do Brasil e processos turbulentos associados à vórtices de mesoescala e anomalias devido ao vento na forma de transporte de Ekman. Neste projeto visamos investigar a influência de padrões climáticos remotos na variabilidade interanual do volume de água modal subtropical no sudoeste do Atlântico Sul usando saídas de um modelo oceânico com assimilação de dados. Para tanto, correlacionaremos a série temporal do volume de água modal no Atlântico Sul do modelo com índices climáticos provenientes de diferentes regiões do oceanos, por exemplo, El Niño e Oscilação Decadal do Pacífico, entre outros. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: