Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito de diferentes dentifrícios comerciais contendo agentes naturais sobre a viabilidade de biofilme microcosmo e prevenção da desmineralização do esmalte in vitro

Processo: 17/23013-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Ana Carolina Magalhães
Beneficiário:Letícia Dragonetti Girotti
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Microbiologia oral   Dentifrícios   Placa bacteriana   Cárie dentária   Produtos naturais   Desmineralização do dente

Resumo

Atualmente cresce a procura por dentifrícios contendo agentes naturais, com o intuito de controlar o biofilme dentário baseado no efeito antimicrobiano conhecido destes agentes, porém há pouca informação na literatura sobre a eficácia destes agentes para o controle do biofilme e da cárie dentária. Os agentes naturais mais comumente adicionados aos dentifrícios são: Matricaria chamomilla (Camomila), Rosmarinus officinalis (Alecrim), Mentha piperita (Hortelã-pimenta), Curcuma longa (Açafrão-da-terra), Calendula officinalis (Calêndula/Margarida), Commiphora myrrha (Mirra), Stevia rebaudiana (Stevia), Eucalipto globulus (Eucalipto), Melaleuca alternifólia (Malaleuca) e Citrus grandis (Pomelo). Este trabalho tem como objetivo avaliar o efeito de dentifrícios comerciais contendo agentes naturais sobre a viabilidade de biofilme microcosmo assim como na prevenção da desmineralização do esmalte in vitro. Para a formação do biofilme microcosmo, será coletada a saliva de 10 indivíduos saudáveis, a qual será diluída (70% saliva e 30% glicerol) e posteriormente misturada à saliva artificial de McBain (com 0,2% de sacarose). Sessenta amostras de esmalte bovino (4 mm x 4 mm) serão preparadas para a formação do biofilme microcosmo por 5 dias, o qual será tratado diariamente (1x60s/dia) utilizando os seguintes dentifrícios comerciais: 1) Orgânico natural®-Contente/Uberlândia-Brasil, 2) Boni Natural Menta & Malaleuca®-Boni/São Bernardo do Campo-Brasil, 3) Propolis & Myrrh®-Tom's Maine-Kennebunk-EUA, 4) Colgate Total 12 Clean Mint®-Colgate-Palmolive/São Paulo-Brasil (triclosan, controle positivo) e 5) PBS (controle negativo). As variáveis de resposta utilizadas serão: 1) avaliação das porcentagens de bactérias vivas e mortas no biofilme por fluorescência utilizando o microscópio confocal; 2) quantificação da desmineralização do esmalte por microradiografia transversal. Os dados serão submetidos à análise estatística apropriada (teste paramétrico ou não paramétrico), considerando p<0,05. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRAGA, ALINE SILVA; GIROTTI, LETICIA DRAGONETTI; DE MELO SIMAS, LETICIA LOBO; PIRES, JULIANA GONCALVES; PELA, VINICIUS TAIOQUI; RABELO BUZALAF, MARILIA AFONSO; MAGALHAES, ANA CAROLINA. Effect of commercial herbal toothpastes and mouth rinses on the prevention of enamel demineralization using a microcosm biofilm model. BIOFOULING, v. 35, n. 7, p. 796-804, AUG 9 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.