Busca avançada
Ano de início
Entree

Armazenagem de hidrogênio em cavacos de magnésio produzidos por meio de usinagem criogênica

Processo: 17/23702-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Processos de Fabricação
Pesquisador responsável:Armando Ítalo Sette Antonialli
Beneficiário:Filipe Ferrari Galan Déo
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Fluido de corte   Sustentabilidade   Usinagem   Armazenamento de hidrogênio   Magnésio

Resumo

Magnésio e suas ligas têm se mostrado excelentes soluções para o armazenamento de hidrogênio do estado sólido em razão de sua extensa capacidade em massa, baixo custo, grande abundância e formação de hidretos reversíveis e recicláveis. A elevada estabilidade termodinâmica dos mesmos, por outro lado, suscita a necessidade de melhorias no tocante da cinética de absorção e dessorção de hidrogênio nesses materiais. Já foram reportados na literatura bons resultados para ciclagem de hidrogênio em cavacos de magnésio produzidos por diferentes processos de usinagem. Neste trabalho, propõe-se a utilização de um fluido de corte criogênico no aplainamento de magnésio comercialmente puro e de uma liga comercial de magnésio como forma de aprimorar a cinética de absorção e dessorção de hidrogênio nos cavacos. Espera-se que o elevado grau de deformação aliado ao resfriamento rápido possa permitir o envelhecimento da liga, de forma que os precipitados otimizem os tempos de ciclagem. A usinagem criogênica configura uma alternativa de baixíssimo impacto ambiental mas com elevado custo inicial, o qual pode ser justificado pelo prolongamento da vida de ferramenta, pela redução dos esforços de corte, pela melhoria do acabamento superficial e, neste caso, em aproveitamento de cavaco com foco em sustentabilidade. (AU)