Busca avançada
Ano de início
Entree

Ensaios em Economia da Saúde

Processo: 17/22023-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia
Pesquisador responsável:Sergio Pinheiro Firpo
Beneficiário:Carolina Ribeiro Veronesi Marinho
Instituição-sede: Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Economia da saúde   Qualidade de serviço   Serviços de saúde   Sistema Único de Saúde   Planos de pré-pagamento em saúde   Mobilidade no trabalho

Resumo

Nas últimas décadas, observou-se o crescimento dos gastos com saúde em relação ao PIB em diversas economias, dentre elas, a brasileira. Embora o aumento dos gastos tenha trazido benefícios, o financiamento desses gastos gera preocupações e consequências fiscais para os agentes públicos e privados. Em diversas economias, o setor público, de forma majoritária, financia os gastos com saúde. Porém mesmo nessas economias, o setor privado exibe importante participação. No Brasil, apesar da existência e avanços nas últimas décadas do Sistema Único de Saúde (SUS), o setor privado é responsável por 54% dos gastos com saúde e 24,5% da população brasileira possui algum tipo de plano privado. Nota-se ainda, que o seguro privado é provido predominantemente por empresas a seus funcionários. O projeto propõe uma pesquisa empírica no campo da Economia da Saúde e pode ser dividido em duas partes. Na primeira delas, busca-se avaliar a causalidade existente entre a qualidade dos serviços de saúde oferecido via SUS e a cobertura do setor privado. Na segunda parte, o projeto de pesquisa propõe mensurar como os planos de saúde oferecidos via empregadores e a qualidade do serviço público de saúde ofertado via SUS afetam as decisões de emprego e mobilidade dos funcionários. A metodologia utilizada envolve métodos quantitativos, sendo necessário o levantamento de microdados e informações dos municípios para a construção de uma base de dados histórica no formato de painel, utilizando fontes de saúde pública e suplementar. Os resultados serão mensurados e analisados utilizando ferramentas econométricas que buscam isolar efeitos causais e testar hipóteses específicas sobre a qualidade serviço ofertado via SUS e qualidade dos planos de saúde ofertados nas decisões dos indivíduos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.