Busca avançada
Ano de início
Entree

Abordagem espacial da mortalidade por tuberculose em Cuiabá-MT: cenário de um estudo multicêntrico FAPESP

Processo: 17/19684-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Ricardo Alexandre Arcêncio
Beneficiário:Camila da Silva Souza
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Epidemiologia   Mortalidade   Análise espacial   Tuberculose   Cuiabá (MT)

Resumo

A Tuberculose (TB) é considerada atualmente um grave problema de saúde pública. No último relatório divulgado pela Organização Mundial da Saúde, estimativas apontaram que, em 2015, 10,4 milhões de pessoas adoeceram por TB e 1,4 milhões de pessoas vieram a óbito em decorrência da doença. Em 2014, foi aprovada a "Estratégia global e metas para a prevenção, atenção e controle da tuberculose pós-2015" que constitui um plano global de combate à TB, tendo como metas a redução de coeficiente de incidência da doença para menos de 10 casos/100.000 habitantes e a redução dos óbitos em 95% até o ano de 2035 contando, também, com metas intermediárias para os anos de 2020, 2025 e 2030. O objetivo deste projeto é analisar a distribuição espacial dos óbitos por TB no município de Cuiabá-MT. Trata-se de um estudo ecológico que utilizará os setores censitários como unidades de análise. Serão utilizados no estudo dados sobre os óbitos de residentes de Cuiabá-MT que têm como causa básica a TB (CID 10 - A15.0 a A19.9), no período entre 2006 e 2016. Os dados referentes às características sociodemográficas e clínico operacionais dos óbitos serão coletados no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá. A análise exploratória dos dados ocorrerá através de estatística descritiva com medidas de tendência central e frequências relativas e absolutas para as variáveis categóricas. A geocodificação dos casos novos de TB será realizada no software Terraview (versão 4.2.2) por meio das coordenadas geográficas (latitude e longitude), a partir do endereço de residência do paciente. Em seguida será realizado o cálculo da taxa de mortalidade padronizada pela idade, bem como a investigação da dependência espacial por meio do índice global de Moran (I). Com este estudo, considera-se que seja possível contribuir para o enfrentamento da situação crítica da TB na região Centro-Oeste e também para melhorias das estratégias de enfrentamento da TB em Cuiabá-MT. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.