Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução dos padrões de distribuição de jararacas florestais

Processo: 17/11796-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Ricardo Jannini Sawaya
Beneficiário:Matheus Pontes Nogueira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Assunto(s):Biogeografia   Distribuição geográfica   Evolução animal   Serpentes   Viperidae   Bothrops

Resumo

O estudo dos padrões de distribuição geográfica dos organismos e dos processos que geram tais padrões é fundamental para a Biogeografia. Acredita-se que o desenvolvimento da diagonal de vegetação aberta sul-americana, que inclui o Cerrado, a Caatinga, o Chaco e os Pampas, correspondeu a um processo vicariante para diversos grupos de animais e plantas florestais. Sugerimos testar essa hipótese utilizando um clado de jararacas florestais composto por 17 espécies do gênero Bothrops (Serpentes, Viperidae). As espécies ocupam principalmente regiões florestais da América do Sul, com exceção de B. moojeni, que se distribui em áreas abertas do Cerrado e Caatinga. A partir da reconstrução das áreas de distribuição geográfica dos ancestrais hipotéticos do grupo, será possível inferir a importância dos processos que geraram os padrões de distribuição geográfica atual. O projeto pode contribuir com a discussão recorrente sobre a validação ou não da diagonal aberta como um processo vicariante na região Neotropical, que possui a biota mais diversa do planeta. (AU)