Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de método analítico para determinação de substâncias orgânicas voláteis em amostras de sangue post mortem empregando cromatografia gasosa com detecção por ionização em chama

Processo: 17/24992-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:José Luiz da Costa
Beneficiário:Kauê de Oliveira Chinaglia
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Toxicologia forense   Drogas ilícitas   Compostos orgânicos voláteis   Solventes   Transtornos relacionados ao uso de substâncias

Resumo

O uso abusivo de substâncias orgânicas voláteis (SOV), como por exemplo acetona, diclorometano, clorofórmio, tricloroetileno e tolueno, é um grave problema de saúde pública em diversos países. Fatores como a facilidade de acesso, o baixo custo e o fato de não serem substâncias ilegais (como a cocaína, MDMA ou LSD) são atrativos desta classe de drogas de abuso (classe dos inalantes), que possui cada vez mais usuários. Dentre os efeitos buscados pelos usuários (frequentemente indivíduos jovens ou mesmo crianças) estão excitação, euforia, tonturas e leves perturbações auditivas e visuais. Nas intoxicações agudas são observados sintomas como depressão do sistema nervoso central, irritação das vias aéreas superiores e inferiores, tosse, sinusite, dispneia, roncos, além de cefaleia, astenia, dores abdominais, náuseas e vômitos, podendo evoluir para morte por arritmia cardíaca ou depressão respiratória. Apesar do conhecimento da alta taxa de abuso de inalantes, ainda faltam estudos com dados quantitativos das concentrações sanguíneas dessas substâncias no usuário, dado numérico que permitiria entender melhor a relação entre a dose e os efeitos tóxicos manifestados. Assim, o objetivo deste trabalho é o desenvolvimento de método analítico para determinação da concentração de SOV utilizadas como drogas de abuso (inalantes) em amostras de sangue coletados post mortem de vítimas com suspeita de intoxicação por estes agentes, por cromatografia gasosa com detecção por ionização em chama. O projeto será desenvolvido pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNICAMP, em parceria com a Superintendência da Polícia Técnico-Científica do Estado de São Paulo. (AU)